quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Hábitos que prolongam a vida, como ganhar até dez anos extras

Comer chocolate: + um ano. Um estudo realizado na Universidade de Harvard resultou em uma ótima notícia . Os participantes da pesquisa que comiam de uma a três barras de chocolate meio amargo por mês viviam cerca de um ano a mais que os que não comiam. O chocolate pode prolongar a vida porque o cacau, é riquíssimo em antioxidantes, e isso evita o envelhecimento da pele, ajuda a controlar o colesterol e traz diversos outros benefícios. “Ele ajuda a combater o envelhecimento precoce”, explica a nutricionista Andréia Gomes. Sem exageros, o chocolate pode ser comido sem culpa.
Beber álcool: + de dois a cinco anos. Um estudo publicado no The Journal of Epidemiology and Community Health comprovou que além de trazer benefícios à saúde, o álcool moderado pode aumentar a expectativa de vida. A pesquisa acompanhou 1.400 homens por 40 anos e observou que aqueles que ingeriam uma média de 20 gramas de álcool por dia viviam cerca de dois anos a mais que os que não bebiam ou exageravam na quantidade. Se também fossem consumidas dois gramas diárias de álcool vindo do vinho, mais três anos eram acrescentados. “Uma taça de vinho tinto ao dia é altamente recomendada”.
Ser feliz: + dez anos. Pesquisadores da Universidade de Kentucky estudarm um grupo de freiras e observaram que aquelas que eram mais felizes e repletas de emoções positivas viviam cerca de uma década a mais que as outras. Então, para viver mais, é preciso relaxar, aproveitar as coisas simples e fazer da busca pela felicidade uma prioridade na vida.

Manter o peso ideal: + de três a dez anos. Estudiosos da Universidade de Oxford com base em pesquisas principalmente européias e norte americanas, que a obesidade moderada pode reduzir a vida em três anos, enquanto que a severa uma década da expectativa de vida de uma pessoa. “A gordura em excesso pode promover o aparecimento de doenças degenerativas”.

Comer bem: + até 6,6 anos. Especialistas da Universidade de Erasmus, na Holanda, desenvolveram uma dieta saudável e saborosa. O cardápio se baseia em frutas, vegetais, peixes, alho, amêndoas, chocolate e vinho. Além de aumentar a longevidade, a dieta ajuda a combater problemas cardíacos.

Praticar exercícios: + 3,7 anos. Também na Universidade de Erasmus, pesquisadores acompanharam mais de cinco mil pessoas de meia idade e idosas e observaram que a pratica de exercícios moderados produz longividade. O principal fator do aumento do tempo de vida é que exercícios físicos ajudam a impedir doenças cardíacas. Fazer uma caminhada de 30 minutos cinco dias por semana já dá conta do recado.
Ter uma atitude positiva: + 7,5 anos. Ver o avançar da idade com bons olhos aumenta a expectativa de vida, é o que descobriram pesquisadores da Universidade de Yale. Acompanhando um grupo de 600 indivíduos com mais de 50 anos e suas percepções de envelhecimento, os cientistas notaram que aqueles que eram otimistas e aceitavam bem as mudanças viviam em média 7,5 anos a mais que os que se postavam negativamente com relação ao processo.
Se “casar”: + de quatro a dez anos. O “casamento” pode aumentar a vida, segundo um estudo da Universidade de Chicago. Homens “casados” vivem mais porque adotam menos riscos e um estilo de vida mais saudável. Já as mulheres “casadas” estendem a vida graças ao bem estar afetivo e financeiro proporcionado pelo relacionamento estável.

enviado por Jane

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails