quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Águia ou galinha – Leonardo Boff

Neste livro maravilhoso ele faz uma metáfora sobre a condição humana,buscando inspiração numa antiga historia africana , que James Aggrey, político e educador,contou ao seu povo numa reunião de lideranças populares em 1925
Era uma vez um camponês que foi à floresta vizinha apanhar um pássaro para mantê-lo cativo em sua casa. Conseguiu pegar um filhote de águia. Colocou-o no galinheiro junto com as galinhas. Comia milho e ração própria para galinhas. Embora a águia fosse o rei/rainha de todos os pássaros.
Depois de cinco anos, este homem recebeu em sua casa a visita de um naturalista. Enquanto passeavam pelo jardim, disse o naturalista: - Esse pássaro aí não é galinha. É uma águia.
-De fato - disse o camponês. É águia, mas eu criei como galinha. Ela não é mais uma águia. Transformou-se em galinha como as outras, apesar das asas de quase três metros de extensão
- Não - retrucou o naturalista. Ela é e será sempre uma águia. Pois tem um coração de águia. Este coração a fará um dia voar às alturas.
- Não, não - insistiu o camponês. Ela virou galinha e jamais voará como uma águia.
Então decidiram fazer uma prova. O naturalista tomou a águia, ergueu-a bem alto e desafiando-a disse: - já que de fato você é uma águia, já que você pertence ao céu e não a terra, então abra as suas asas e voe!
A águia pousou sobre o braço entendido do naturalista. Olhava distraidamente ao redor. Viu as galinhas lá em baixo, ciscando grãos. E pulou para junto delas.
O camponês comentou: - Eu lhe disse, ela virou uma simples galinha
- Não - tornou a insistir o naturalista. Ela é uma águia. E uma águia será sempre uma águia. Vamos experimentar novamente amanhã
No dia seguinte o naturalista subiu com a águia no teto da casa. Sssurrou: Águia, já que você é uma águia, abra as suas asas e voe!
Mas quando a águia viu lá embaixo as galinhas, ciscando o chão, pulou e foi junto delas.
O camponês sorriu e voltou à carga: - Eu lhe havia dito, ela virou galinha
- Não - respondeu firmemente o naturalista. Ela é águia, possuirá sempre um coração de águia. Vamos experimentar ainda uma última vez. Amanhã a farei voar.
No dia seguinte, o naturalista e o camponês levantaram bem cedo. Pegaram a águia, levaram-na para fora da cidade, longe das casas dos homens, no alto de uma montanha. O sol nascente dourava os picos das montanhas.
O naturalista ergueu a águia para o alto e ordenou-lhe: Águia, jáque você é uma águia, já que você pertence ao céu e não à terra, abra suas asas e voe!
A águia olhou ao redor. Tremia como se experimentasse nova vida. Mas não voou. Então o naturalista segurou-a firmemente, bem na direção do sol, para que seus olhos pudessem encher-se da claridade solar e da vastidão do horizonte
Nesse momento, ela abriu suas potentes asas, grasnou com o típico Kau-kau das águias e ergueu-se, soberana, sobre si mesma. E começou a voar para o alto, voar cada vez mais alto. Voou... Voou... “Até confundir-se com o azul do firmamento...
E Aggrey terminou conclamando
"- Irmãos e irmãs, meus compatriotas! Nós fomos criados à imagem e semelhança de Deus! Mas houve pessoas que nos fizeram pensar como galinhas. E muitos de nós ainda achamos que somos efetivamente galinhas. Mas nós somos águias. Por isso companheiros e companheiras abram as asas e voemos. Voemos como águias. Jamais nos contentaremos com os grãos que nos jogarem aos pés para ciscar."


Um excelente dia a todos. Paz, luz e harmonia, enviado por Diva Mª Vale

4 comentários:

Simone Anjos disse...

Aninha querida,
Gosto muito desse texto do Boff, para mim tem um significado muito legal, próximo de completar 40 anos, tive um sonho que uma águia me bicava e tentava atingir-me com as garras e no dia seguinte deparei-me com esse texto do Boff, comentado por Wagner Borges no site "Somos Todos Um" entrei em contato com ele, que ficou encantado e disse que fui tocada com a minha águia interior, explicando-me todo o simbolismo por trás do sonho.
Beijos,

Simone Anjos disse...

Aninha querida,
Gosto muito desse texto do Boff, para mim tem um significado muito legal, próximo de completar 40 anos, tive um sonho que uma águia me bicava e tentava atingir-me com as garras e no dia seguinte deparei-me com esse texto do Boff, comentado por Wagner Borges no site "Somos Todos Um" entrei em contato com ele, que ficou encantado e disse que fui tocada com a minha águia interior, explicando-me todo o simbolismo por trás do sonho.
Beijos,

CCA - Centro para Cura das Atitudes disse...

Ana Ventura,

Todos os artigos de seu blog são muito bons e com certeza tocam profundamente a alma de quem os lê! E a apresentação é linda.
Um dia, nosso blog do CCA-São Paulo
atingirá a qualidade do seu. Digo isso sem nenhum sentimento de comparação ou inferioridade, mas, sim, com grande admiração pelo ser humano que você é e por todo o trabalho tão bonito que realiza não só em seu blog, mas no vasto campo da espiritualidade e desenvolvimento pessoal.
Bênçãos de Luz e Paz!
Vilma - facilitadora e autora do blog do CCA - São Paulo/Hospital do
Servidor Público Municipal.

Ana Ventura disse...

Olá Vilma,
Obrigada pelas palavras tão carinhosas! Estou fazendo o curso do CCA aqui em Brasília, e adorando! Também estou lendo o livro Um Curso em Milagres, e estou maravilhada! Este caminho que escolhemos é realmente lindo e compensador.
Um grande beijo para você,
Ana Liliam

Related Posts with Thumbnails