segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

O amor, Osho e Oneness

O amor não é uma relação entre duas pessoas. É um estado de espírito dentro de si. Se você está amando, você está amando a todos - não só às pessoas, mas para coisas assim. O amor move a partir de objetos que você também. Mesmo quando você está sozinho, quando ninguém está lá, você está amando. É como respirar. Se eu tomar um juramento de que eu vou respirar só quando estou com você, só a morte pode seguir. Respirar não é relacionamento, ele não está vinculado a qualquer relacionamento. E para o corpo etérico, o amor é como respirar. É a respiração .... ( Osho)

A menos que você se torne iluminado e seu coração floresça, você não estará vivendo. Somente uma pessoa que esteja estabelecido na unidade e em cujo coração o amor floresceu vive verdadeiramente. Caso contrário você está vivendo a vida da mente, que nada mais é que o desejo e o medo. A maior tragédia da existência humana é que vocês nem sequer são conscientes de sua condição atual. Você poderia ser o presidente do país mais poderoso ou o homem mais rico do planeta e você ainda estaria sofrendo, porque enquanto você estiver vivendo a vida da mente, sua chamada felicidade é apenas prazer, que em breve se transformará em medo e dor.

Não o estou criticando, estou apenas despertando-o para a alegria e o amor, que são possíveis quando o coração floresce. Você pode ser o homem mais pobre do mundo, e ser ninguém neste vasto mundo, mas com amor em seu coração você estará no céu. (Todo Sofrimento é uma História, World Oneness TV, em 10 de junho de 2010)
enviado por Francisco Ulisses

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails