sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Reconexão




Como estou indo a São Paulo para fazer o seminário da Reconexão com Eric Pearl, resolvi contar como foi minha Reconexão aqui em Brasília, com Karla. Posso contar sobre isso já que a minha experiência foi simplérrima comparada com a de muitos outros, então ninguém se sentirá de algum modo diminuído diante de meu relato.

Vale ressaltar que trata-se da mesma modalidade de cura, porém com três propósitos diferentes: Reconexão acontece em duas sessões de 30 a 40 minutos em dias consecutivos, ao que parece reconectando nossos meridianos às grades planetárias e estelares (não me perguntem detalhes...); Cura Reconectiva acontece em até três sessões e proporciona alguma cura em algum nível do ser (é o universo que decide); por fim temos o Seminário, que é dado somente por Eric Pearl, e que pela primeira vez ocorrerá em São Paulo, embora já há dez anos que acontece em diversos países.

Senti-me atraída por esta modalidade de cura, por ser simples, onde somos apenas canais do universo interagindo com energia, e por que têm proporcionado curas milagrosas ao redor do planeta. Fiquei em dúvida por conta do valor alto a pagar, mas entendi que é preciso um ego forte e dinheiro no jogo para que esta cura se propague e ganhe seu devido valor. Saberei mais durante do Seminário.

Enfim marquei a Reconexão, no dia marcado, 15 minutos antes do horário, estava eu sentada no saguão do hotel aguardando por Karla. Então de repente senti a energia chegar, podia senti-la principalmente nas mãos, porém ela estava presente em todo meu corpo. Legal! Verifiquei a hora, duas em ponto, o horário combinado. Neste momento comecei a perceber como as pessoas eram perfeitas do jeito que eram. Esta frase vinha o tempo todo a minha mente, as pessoas circulavam no saguão, gordas, magras, bem vestidas ou não, e simplesmente eu percebia que esta era a perfeita versão de cada uma delas neste momento.

Depois de uns quinze minutos chegou Karla e subimos, e a tal energia presente. Deitei na maca e logo em seguida senti que uma parte de mim pulou para uma outra dimensão, desejei que minha consciência seguisse esta parte e vivenciasse o que havia nesta outra dimensão. Em vão, fiquei perfeitamente presente no aqui e no agora durante toda a sessão, embora por mais duas vezes senti que pulei novamente para outro espaço/tempo dimensional.

O tempo passou e minha mente ficou lá o tempo todo, em algum momento senti como que flashes de luzes se acendendo atrás de minha cabeça, quando Karla se encontrava lá, cheguei a sentir o calor das luzes, porém sabia que ela não tinha nenhuma espécie de lanterna nas mãos, o que poderia dar este efeito. Por fim senti necessidade de alinhar meu corpo na maca e me mexi neste sentido. Karla confirmou que eu estava torta e depois fiquei reta sobre a mesa.

Ela também disse que movimentei meus olhos bastante no início. Descemos e as três em ponto a sensação de energia foi embora. Perto de outros relatos o meu foi bem pobre, mas eu ainda tinha mais um dia para completar o processo.

Neste segundo dia, cheguei na hora, Karla se atrasou, mas a energia não se revelou. Subimos, deitei na maca e nada! Uma voz me disse que esta era a minha experiência perfeita, e eu entendi que era assim que tinha que ser. Logo eu que viajo incrivelmente, desta vez estava lá presente e nadinha de viajar!

Desta vez deitei alinhada. Mas relaxei, tanto que pensei que ia dormir, mas cada vez que quase pegava no sono eu retornava acordada. Isto aconteceu umas cinco vezes. Senti que minha experiência era mergulhar no vazio sem forma e sem coisa alguma! Tudo bem, esta era minha experiência perfeita, o que vai se fazer? Ao final senti uma lágrima solitária escorrer de cada canto do olho. Karla disse que no início meus olhos se mexeram uma única vez, e quando terminamos meu corpo inteiro deu uma única e leve tremida.

Depois li o livro A Reconexão e encontrei algumas coisas que vivi em minha experiência. Logo no início está presente a frase que "tudo é perfeito do jeito que é", fala também da experiência do "vazio", e das lágrimas que correm dos olhos sem razão alguma. Meus colegas que leram o livro passaram por estranhas experiências ao acabarem de lê-lo, mas eles ainda não fizeram a Reconexão.

E o que sinto agora? A energia nas mãos, que antes eu já sentia, ficou ainda mais presente. Posso também sentir a energia no corpo todo se trouxer minha consciência para ela. A sensibilidade em minha mão esquerda ficou maior, quando toco nas pessoas com frequência maior minha mão dói e sinto como se estivesse fazendo uma limpeza em algum nível. O Reiki, Mãos de Luz, e o Magnified Healing não ficaram diminuídos, pelo contrário, e sinto que posso trabalhar com todas as técnicas, e que todas tem seu propósito e seu momento de ajudar! Esta constatação me apaziguou, vamos ver como vai ser depois do seminário!

Ana Liliam

http://www.TheReconnection.com

www.ReconexaoBrasil.com

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails