sábado, 10 de novembro de 2012

Tecendo redes



A cada dia, a cada instante tecemos as intrincadas redes de nosso destino. Um precioso trabalho, único, inigualável, nossa criação comovente chamada vida.

Cada gesto, cada palavra, cada sentimento ou pensamento que emitimos faz parte desta obra prima que é nossa vida. Nem bem sabemos que estamos tecendo nossa realidade dia a dia, mas é exatamente isso que estamos fazendo neste momento.

Teço minha vida com graça, beleza e ritmo, ou posso fazê-la como quiser ou como puder, mas verei o resultado em cada ponto bem dado, ou em cada nó emaranhado que crio para mim mesma e ao meu redor.

Teço minha rede paralela a tantas outras, e eventualmente nossos destinos se encontram e nossas redes se entrelaçam em complexas tapeçarias de ordem e beleza extraordinária, ou em nós embaraçados e confusos.

Sou perfeita do jeito que sou, sou o melhor que posso neste espaço/tempo possível. E cada um que vejo é perfeito, é uma criação máxima neste agora único e maravilhoso.

Se criamos doenças ou saúde, amor ou guerra, se criamos dor ou flores em nosso caminho é apenas uma escolha, são apenas os fios, as cores, as tensões com que alinhavamos, costuramos, tecemos a realidade presente.

É meu presente, é meu presente ao mundo, é meu presente a mim mesma, o que sou neste instante infinito e findo chamado vida.

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails