segunda-feira, 4 de novembro de 2013

COMUNICANDO-SE COM A SUA ALMA

Viemos a esta vida com algo para doar. Entretanto, nos perdemos, na nossa vida terrena, principalmente porque o medo, o julgamento e a negatividade ainda prevalecem no mundo.

Fomos feridos pela perda do nosso caminho, na realidade em que vivemos, e esta experiência dolorosa tornou-se parte da nossa jornada. Mas reencontramos o caminho para o nosso interior, ao ouvir os sussurros da nossa alma.

Uma vez que comecemos a nos dirigir para o nosso próprio interior, não podemos mais voltar atrás, não conseguimos maisignorar nossa força e singularidade,e isso pode inspirar-nos medo e insegurança:

'Se eu seguir a voz do meu coração, o grito da minha alma, as pessoas não se afastarão de mim? Quem me amará, quem quererá aceitar-me, então? Será que ainda serei bem acolhido?'

Reflita sobre quem você é - essa outra parte de você que deseja mudar-se do caminho batido, que busca dentro de si, que parece recordar algo e experimentar um anseio indefinível... sinta a energia desse "Eu", sinta o poder e a sabedoria dele.

Não há nenhum poder externo lhe fazendo exigências. A sua alma quer servi-lo, brilhar através de você, elevá-lo, inspirá-lo a fazer o que realmente o faz feliz.

Permita-se sentir a energia alegre da sua alma. Deixe que ela o envolva e sinta a sua suavidade, livre de toda exigência. Sinta o sentimento de ser acolhido de um modo muito profundo e verdadeiro.

Pergunte-lhe: "O que é importante eu saber agora? O que preciso saber neste momento? Perceba a resposta através do tipo de sentimento e de emoção que ele deseja lhe transmitir.

Sinta como a sua alma lhe é familiar - sua leveza e tranquilidade.

Essa é a voz do amor. As imposições, o fardo, a pressão, o suposto dever, são sempre as vozes do medo, as vozes que vêm de fora de você mesmo.

A voz da alma vem do seu interior e fala tão suavemente que você não a escuta.

Tenha respeito e admiração por si mesmo, por sua força, pela coragem que tem demonstrado ao longo da vida.

Não se julgue, não se faça pequeno, nem se critique. Valorize sua força e coragem, assim se conectando com Quem você realmente É.

Excerto de texto escrito por Pamela Kribbe.

Enviado por Sylvia


Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails