quarta-feira, 31 de julho de 2013

Uma teoria sobre os anjos decaídos: Os Guardiões do Mundo dos Sonhos

Esta é uma ideia, talvez singular, sobre os anjos negros. É como eu posso compreender neste momento nosso mundo, não é necessariamente a verdade, pois uma vez que estamos no sonho, tudo é possível. E assim isto também é possível.

De acordo com escrituras antigas Deus é a mente/energia primordial criadora, e Ele criou os Anjos ou Elohim, em suas hierarquias, para que por sua vez criassem o mundo manifesto de acordo com Sua vontade, daí surgiram os Universos.

Mas um de seus Anjos desejou criar à parte de Deus e sua vontade, desejou criar uma realidade paralela, uma matriz de sonho sobre os Universos existentes. Este Anjo congregou muitos outros sob sua vontade, e em seu livre arbítrio tomou para si uma parte de um Universo.

Talvez não fosse de fato uma ideia ruim, pois este mundo paralelo permitiria que os que aqui aportassem pudessem viver e criar com total livre arbítrio, tanto o bem quanto o mal. Não necessariamente precisariam criar um pesadelo, pois poderiam criar também um sonho bom. E depois, como um sonho, tudo um dia se desfaria, pois nunca de fato teria existido, uma vez que só seria possível em um tempo finito, separado da eternidade.

Uma vez criada esta realidade paralela, o mundo de sonhos, todas as criaturas de Deus que desejassem poderiam aqui ingressar, como em um grande parque de diversões. Mas haveria um preço a pagar, para entrar teríamos que esquecer quem realmente somos, nossa filiação divina.

Foi exatamente assim que viemos, como crianças órfãs de seu Pai. Este esquecimento também diz respeito ao nosso DNA divino, de alguma forma este circuito foi desligado. Agora imagine uma grande turma de crianças, entrando em um estranho parque de diversões, sem supervisão de um adulto!

Algumas destas crianças se assustaram, e desesperadas alarmaram tantas outras ao seu lado. Em nossas imaginações férteis e sem freio criamos um mundo assustador, cheio de medo e de dor. Este parque é como um grande salão de espelhos, tudo reflete a imagem de nós mesmos, de nossos medos e anseios. Criamos castelos mal assombrados, cheios de perseguições, aflições e traições. Criamos guerras e morte, fome e miséria, suplício e sacrifício.

Eu estava lá, no início de tudo, e fui uma destas crianças, assustada e amedrontada deflagrei dor e medo no seio daquela humanidade incipiente. Eu também sou responsável por todas estas criações insanas em toda a parte.

É claro, também podemos ver, mesmo na dor e aflição, a luz do mundo de Deus refletindo por entre os véus sombrios do mundo da morte. Ainda somos habitados pela luz, e o Pai nunca nos deixou de fato, nós é que o deixamos para trás, esta é a nossa culpa primordial.

Assim homens e mulheres se iluminaram, e trouxeram a chama de Deus para iluminar os caminhos do mundo. Assim a compaixão, a solidariedade, o amor, a alegria, a amizade, o perdão, convivem em meio a todas as cruzes que fincamos no calvário.

Sempre houve alguém a nos cutucar para nos despertar, aqueles que puderam transitar pelo portal do mundo dos sonhos e da morte, e ainda trabalham ardentemente pela iluminação da humanidade.

Mas vamos voltar aos Anjos decaídos. Creio que eles se tornaram os guardiões deste mundo de sonhos, e em nossa imaginação demos a eles imagens demoníacas, e os vemos em toda sorte de maldades. Será? Acredito que eles ficaram presos a esta imagem que deles fizemos, mas a verdade é que eles nunca puderam se esquecer de quem de fato são, porém ficaram aprisionados ao nosso sonho ruim.

Estamos vivendo um momento de despertar, quando o sonho pode se desfazer, e poderemos ver a beleza do mundo que jaz sob as sombras do mal. E a única que coisa que temos a fazer é perdoar o mundo, a todos, e a nós mesmos. Nada do que vemos é de fato real, é apenas um sonho ruim, é apenas um velho parque mal assombrado que vai ruir quando despertarmos.

Estamos sendo assistidos para que possamos realizar esta passagem em segurança, de um velho para um novo mundo. Confie, perdoe, e siga em frente, o portal vai se abrir. Apenas se lembre de que não chegamos aqui sozinhos, mas com nossos irmãos, e da mesma forma não sairemos sozinhos, mas de mãos dadas. Perdoe aqueles que estão ao seu lado, eles precisam do seu perdão, e ao perdoá-los você também será perdoado. Esta é a senha: perdão, perdão e perdão.

Quanto aos Anjos, eles ainda são Anjos, veja-os com são. Diga que eles não são assim como se apresentam, com caras siamescas ou de morcegos, como carrancas ou gárgulas, como diabos de muitos chifres, em pés de porco ou de bode. Diga que pode reconhecê-los como de fato são, e eles são Luz, e são ainda os filhos amados de Deus. Talvez você não os veja, mas possa senti-los ou percebê-los de alguma forma, então aja da mesma forma.

Chame por São Miguel Arcanjo, e você os verá tomarem sua forma original, de grande beleza e poder. Você os estará libertando e eles já não precisarão mais ser os guardiões dos portais do mundo dos sonhos. Eles se juntarão aos exércitos de Deus pela luz dos mundos. Estamos todos juntos, Anjos e homens, e está na hora de trabalharmos juntos para que os pesados véus que encobrem a verdade caiam.

Talvez você possa entender e se identificar com esta mensagem, se assim for, leve-a adiante!

Ana Liliam
Related Posts with Thumbnails