terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Acolhimento

Acolhe o amigo que volta, depois de ter se afastado de tua companhia por longo periodo, sem que lhe pudesse compreender as motivações.

Seja ele teu pai ou filho, irmão ou conjuge, enfim, familiar ou afeição fora dos laços da cosanguinidade, aceita-o, sem recriminações, em sua decisão de regressar ao teu convivio.

Não lhe dificultes o esforço de cair em si e reconhecer o equivoco que cometeu, arrebatado por sentimentos que não pôde controlar.

Nada comentes sobre o passado que, com certeza, vem-lhe custando muitos dissabores e humilhações.
Simplesmente, descerra-lhe, novamente, a porta de tua amizade e consideração, de teu respeito e carinho, porque é assim que Deus age com todos nós, quando nos cansamos de errar à distância de seu Amor.

********************************

Quando alguém cair em erro, estendamos os braços em socorro do irmão equivocado, evitando a crítica que apenas o precipita a quedas ainda maiores.

Lembremos que amanhã poderá ser a nossa vez de cair também.
enviado por Gabriel

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails