terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Acolhimento

Acolhe o amigo que volta, depois de ter se afastado de tua companhia por longo periodo, sem que lhe pudesse compreender as motivações.

Seja ele teu pai ou filho, irmão ou conjuge, enfim, familiar ou afeição fora dos laços da cosanguinidade, aceita-o, sem recriminações, em sua decisão de regressar ao teu convivio.

Não lhe dificultes o esforço de cair em si e reconhecer o equivoco que cometeu, arrebatado por sentimentos que não pôde controlar.

Nada comentes sobre o passado que, com certeza, vem-lhe custando muitos dissabores e humilhações.
Simplesmente, descerra-lhe, novamente, a porta de tua amizade e consideração, de teu respeito e carinho, porque é assim que Deus age com todos nós, quando nos cansamos de errar à distância de seu Amor.

********************************

Quando alguém cair em erro, estendamos os braços em socorro do irmão equivocado, evitando a crítica que apenas o precipita a quedas ainda maiores.

Lembremos que amanhã poderá ser a nossa vez de cair também.
enviado por Gabriel

Biografia de Bhagavan Sri Sathya Sai Baba



“Deus habita em cada um de nós. Não critique ninguém, você acumulará pecado. Não odeie ninguém. Nunca zombe da ação de alguém ou ridicularize-o em razão de casta, raça, sexo, religião ou comunidade. Há apenas uma casta, a casta da humanidade. Há apenas uma religião, a religião do amor. Há apenas uma linguagem, a linguagem do coração. Todos devem compreender e interiorizar isso. Torne-se uma pessoa ideal a partir de hoje. Desenvolva fé na "Irmandade do Homem e na Paternidade de Deus”. Não se preocupe com o passado, esqueça-o. Isso o levará à verdadeira bem-aventurança. Assim, Eu o abençoo!”
http://www.sathyasai.org.br/pensamento/

Bhagavan Sri Sathya Sai Baba (1926-2011) foi um guru indiano, líder espiritual, místico, filantropo e educador.

Bhagavan Sri Sathya Sai Baba nasceu em 23 de novembro em Puttaparti, uma pequena aldeia do Sul da Índia. Desde pequeno, demonstrou extraordinárias qualidades e aptidões que claramente o distinguia das demais crianças. Sua compaixão, benevolência, sabedoria e generosidadepor todos os seres produziram naqueles que o seguiam, desde sua juventude, profundas mudanças de caráter e conduta.

Aos 14 anos, em 26 de outubro de 1940, comunicou a seus familiares e seguidores que desde esse momento seria conhecido como Sai Baba e que sua missão era promover a regeneração espiritual da humanidade, demonstrando e ensinando os mais elevados princípios, como a Verdade, a Retidão, a Paz e o Amor Divino. Em 23 de novembro de 1950 inaugurou-se o "Ashran"que seus seguidores construíram perto de seu povoado natal.

É conhecido como Prashanti Nilayam (A Morada da Paz Suprema) e com o passar dos anos se converteu em lugar de reuniãos de milhões de pessoas procedentes de todo o mundo, que buscam a elevação espiritual. Sathya Sai Baba habitualmente se mistura com seus devotos, orientando-os, consolando-os e incentivando-os em suas vidas, problemas e aspirações. Seus poderes sem limites transcendem a experiência mundana e científica, por isso Sathya Sai Baba está além da compreensão humana.

Na tradição antiga da Índia, tem uma palavra para descrevê-lo: "Avatar", que significa "uma encarnação direta da Graça Divina". A Missão de Sai Baba não inclui a criação de uma nova religião, seita ou culto; pretende estimular e motivar o indivíduo na busca da Auto-Realização. As pessoas que têm suas próprias crenças, devem se aprofundar nelas, sem se perturbarem.

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Tao Te Ching

Lao Tsé; Tao Te Ching - verso 81

As palavras verdadeiras não são agradáveis.
As palavras agradáveis não são verdadeiras.
O homem que fala muito não diz coisa de valor.
O homem de bem fala pouco e só palavras boas.
Inteligência não é sabedoria.
Sabedoria não é inteligência.
O Sábio não acumula posses.
O que possui, o dá para os demais.
Quanto mais dá aos outros, mais possui para si.
O Tao do céu beneficia sem prejudicar jamais.
O Tao do Sábio atua sem interferir jamais.

Tao Te Ching - Huberto Rohden (Ed. Martin Claret)

Comentários de Huberto Rohden: 

Neste último capítulo resume Lao-Tse, mais uma vez, a profunda filosofia de um homem cosmo-consciente. A sabedoria e felicidade não vêm das circunstâncias de fora, mas sim da substância de dentro. Civilização e progresso técnico não representam verdadeira cultura.

A finalidade do homem aqui na terra não consiste em alo-realizações, mas sim em auto-realização. A alo-realização de objetos pode servir de meio para a auto-realização do sujeito - mas não pode jamais substituí-la, nem ser um fim em si mesma , como é a auto-realização. É tão difícil para o sábio adquirir riquezas - como é difícil para o rico adquirir sabedoria.

enviado por Gabriel

domingo, 16 de fevereiro de 2014

DESCOBRIR AS RIQUEZAS E O SENTIDO DO MUNDO

Aquele que quer descobrir as riquezas e o sentido do mundo que o rodeia deve começar por encontrar essas riquezas e esse sentido em si mesmo. É uma lei. Seja o que for que se encontre exteriormente, se ainda não se encontrou isso interiormente de uma certa forma, passar-se-á ao lado sem o ver. Quanto mais viverdes a beleza interiormente, mais a descobrireis ao vosso redor. Muitos objetarão que isso não é possível: se eles não a veem, é porque ela não está lá. Enganam-se, a beleza está lá, sim, e se eles não a veem é porque ainda não desenvolveram suficientemente alguns dos seus órgãos sutis de percepção. Começai, pois, por procurar captar a beleza interiormente e vê-la-eis também no exterior, pois o mundo físico, objetivo, não passa de um reflexo do vosso mundo interior, do vosso mundo subjetivo. Seja a beleza, o amor, a sabedoria, a verdade... é quase inútil que os procureis no exterior se não começastes por descobri-los em vós.

OMRAAM MIKHAEL AIVANHOV
Filósofo Místico Búlgaro - 1900-1986
enviado por Gabriel
Related Posts with Thumbnails