quinta-feira, 19 de março de 2015

TEMPOS PASSADOS, REALIDADES FUTURAS


Relatório da Energia Astrológica de Março de 2015

Em 16/17 de março Urano e Plutão formam sua última quadratura exata desde que iniciaram sua aliança em 2012. Esta culminação de um processo de destruição e renascimento para tantas pessoas, e ainda em andamento para inúmeras outras, destila a sabedoria deste longo e desafiador processo de mudança.

Neste ponto, a clareza nos é oferecida, se optarmos por aceitá-la; a oportunidade de enxergarmos através de um olhar totalmente novo e puro, como o de uma criança que observa a vida sem a atitude de pressuposição aborrecida das idades mais avançadas.

Esta quadratura final nos revela o que tudo isso significou, e pode muito bem não ser o que pensávamos! No lampejo de percepção que ela traz, vemos desmoronar mais edifícios de um eu cansado e de uma vida ultrapassada e não mais necessária. Deixemos que desabem, independentemente do barulho ou da nuvem de poeira que se eleve dos destroços.

A torre derrubada é apenas a do ego calcificado, agora libertado para viver de uma nova maneira, depois de levado ao solo pela ação demolidora de Urano/ Plutão. Neste ato final de poder, eles dão adeus um ao outro e se preparam para seguir adiante em seus caminhos separados e distintos.

Em 18 de março, numa demonstração de misericórdia cósmica, Netuno e o Nodo Norte formam uma aliança que continua até o início de junho. Aqui encontramos o bálsamo para nossos ferimentos resultantes da demolição, se não nos importarmos de receber seu toque curativo.

Netuno, o coração compassivo e sem limites, revela o caminho para a totalidade e um futuro que promete ser diferente da repetição de um passado doloroso. Independentemente do que Urano e Plutão exigiram de nós nos últimos anos, Netuno nos estende a mão agora para nos guiar de volta à totalidade, lembrando-nos que resistir à vida é resistir ao nosso próprio ser, pois nós e a vida somos um só. Ela não acontece para nós, mas através de nós. Nós somos ela, e a própria vida é o ar que nós respiramos.

Netuno dissolve tudo o que separa, tudo o que inclui qualquer conceito que sugira que não somos completos do jeito que somos. Ele nos convida a descansar na segurança da certeza de que, independentemente de como a vida se manifeste, nós somos inteiros em nossa essência e uma parte viva, vibrante de Tudo O Que É, da mesma forma que Tudo O Que É vive inteiro e completo dentro de nós.

Quanto mais profundamente conseguirmos aceitar e acolher esta mensagem, melhor, pois a percepção de que somos separados do divino, sujeitos aos seus capricho e estados de espírito, é uma crença ultrapassada que precisa ser liberada agora. A chegada da Era Aquariana exige que tenhamos isto bem claro em nós, pois seu trabalho não pode ser feito sem a clareza da nossa natureza verdadeira brilhando.

O dia 20 de março traz um Eclipse Solar no último grau do Zodíaco – 30 graus de Peixes. Sempre que vemos esse grau ativado, estamos sendo notificados de um fim. Quando um Eclipse Solar cai nesse grau, esse fim queima as pontes e não há nenhum caminho de volta. Esta é a conclusão máxima!

Para alguns de nós, este eclipse e as semanas seguintes poderão trazer a percepção de que as oportunidades que estiveram disponíveis mas não foram aproveitadas estão perdidas para nós agora. O cosmos não pode esperar para sempre e há momentos em que ele fecha as portas para o bem, as quais nos recusamos a abrir o suficiente para passarmos por elas.

Embora essa percepção possa vir com tristeza e arrependimento, a conclusão inequívoca desse ciclo de possibilidades limpa o caminho para o início de um novo ciclo no devido tempo. Nossa tarefa é aprender com o passado, acolher totalmente nossos sentimentos no presente e seguir em frente com nossos olhos mais abertos para as mensagens da vida, que sempre nos mostram o caminho e momento do nosso florescimento.

É cada vez mais importante que aprendamos a ouvir profundamente a sabedoria inerente à própria essência de cada momento; que reconheçamos cada vez mais que não estamos aqui para criar mas para sermos criados, e o nosso papel é o de nos alinharmos com a criação que estamos nos tornando, a fim de vive-la plenamente, com integridade e alegria ilimitada, nascida não dos desejos satisfeitos, mas de um propósito maior cumprido através de nós; maior do que jamais poderíamos imaginar ou manifestar, se deixados por nossa própria conta.

Os dez últimos dias do mês nos encontrarão digerindo o que passamos nestas três semanas esclarecedoras. O passado despertado e a conclusão inequívoca de certos ciclos podem ser a receita para certa inquietação enquanto processamos seus impactos. Paciência é necessária para permitir que nossos corações e mentes se estabilizem e se ajustem ao “novo normal”.

Mas lembrem-se que Netuno e Nodo Norte estão ao nosso lado, revelando a sabedoria nascida da compaixão por nós mesmos e pelos outros, e uma oportunidade cada vez mais profunda de reconhecermos a presença tranquila, mas poderosa, que vive em nosso âmago. Esta é a presença para a qual devemos nos voltar e ouvir cada vez mais profundamente de agora em diante. Ela contém tudo o que precisamos saber.

Mercúrio conduz o mês de março ao seu final, cruzando o grau do eclipse solar do dia 20, enfatizando mais ainda a disponibilidade de informações, se prestarmos atenção do modo correto.

Não se trata de pensar no nosso caminho através das situações, planejando e esquematizando tudo para que as coisas deem certo, mas de voltar nossa atenção para o interior, de modo a ouvir nosso coração que não fala por palavras mas através de sentimentos e sensações – seja um conhecimento sutil ou uma vigorosa tomada de consciência do que é necessário no momento.

Esta sabedoria fala claramente agora para aqueles que têm ouvidos para ouvir, e enquanto março chega ao final, tudo que tivermos perdido começa a se remodelar e se transformar em algo totalmente novo.

Sua forma levará certo tempo para ser revelada e precisaremos ter paciência nesse ínterim, mas não importa quão convincentemente nossas mentes possam, às vezes, nos dizer que tudo está perdido, nossos corações respondem que este nunca pode ser o caso, pois todas as coisas descansam no Coração Universal, que nunca abandona nada nem ninguém.

Por favor, respeite todos os créditos ao compartilhar
http://stelalecocq.blogspot.com/2015/03/tempos-passados-realidades-futuras.html
©Sarah Varcas - Fonte: http://astro-awakenings.co.uk/march-2015-astro-energy-report
Tradução de Vera Corrêa veracorrea46@ig.com.br

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails