terça-feira, 9 de junho de 2015

Auxílio no Auxílio


Livro: Mais Perto
Emmanuel & Francisco Cândido Xavier

"Amados, se Deus de tal maneira nos amou, devemos nós também amar-nos uns aos outros". - João - I João, 4:11.

Há quem pergunte como auxiliar aos outros sem possuir recursos materiais.

E, dentre as muitas formas de amparar sem apoio amoedado, falar para o bem é uma delas.

Recorda o tesouro das boas palavras que transportas contigo.

Basta ligar os dispositivos da memória e o verbo edificante se te derramará da boca, à feição de uma torrente de luz.

Ajuda aos que ajudam, em benefício do próximo, criando o clima do otimismo e da esperança indispensável à sustentação da alegria e da paz.

Não pronuncies a frase de pessimismo ou desencanto, reprovação ou amargura.

A dificuldade estará presente, mas se forjamos a confiança na força espiritual que nos é característica, de modo a transpô-la ou desfazê-la, conseguiremos liquidá-la muito mais facilmente, de vez que estaremos mobilizando o poder da cooperação.

A enfermidade estará golpeando fundo no irmão que a suporta, no entanto, se exteriorizamos, em favor dele, um pensamento de reequilíbrio ou de fé, será essa a medida providencial que o habilite, por fim, a iniciar a marcha mental para a justa restauração.

Não desencorajes, seja a quem seja.

Feridas reviradas agravam o sofrimento.

Erros comentados estendem a sombra.

Cada consciência é um mundo por si, com obstáculos e problemas próprios.

Cada qual de nós - os espíritos em evolução na Terra - temos qualidades nobres que acumulamos e imperfeições de que nos devemos desvencilhar.

Lembremo-nos do auxílio que podemos aditar ao auxílio daqueles que se consagram a auxiliar para o bem dos semelhantes.

Se nos propomos a colaborar, na edificação do Reino de Deus, comecemos pela caridade silenciosa de não complicar e nem desanimar a ninguém.

enviado por Ricardo

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails