segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Eckhart Tolle


Eckhart Tolle nasceu na Alemanha, onde viveu até aos treze anos. Licenciou-se pela Universidade de Londres e trabalhou como investigador na Universidade de Cambridge. Aos vinte e nove anos, uma profunda transformação espiritual mudou radicalmente a sua vida. Nos anos que se seguiram dedicou-se a compreender, integrar e aprofundar essa transformação, que marcou o início de uma intensa caminhada interior. Nos últimos anos tem trabalhado como conselheiro e mestre espiritual a título particular e com pequenos grupos, tanto na Europa como nos Estados Unidos. Vive em Vancouver, no Canadá, desde 1996. Para além do best-seller internacional O Poder do Agora (Pergaminho, 2001), que conta com milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, Eckhart Tolle é também autor de A Prática do Poder do Agora(Pergaminho, 2002) e de A Voz da Serenidade (Pergaminho, 2003).


Quando criamos um problema criamos um sofrimento, não importa o que aconteça, não vou mais criar problemas nem sofrimento para mim. Se vc alguma vez esteve numa situação emergência sabera que isso não foi um problema. A mente não teve tempo para se distrair e transformar a situação em problema.

O prazer é sempre derivado de algo fora de você, ao passo que a alegria surge de dentro.O passado não tem poder sobre o momento presente. Você não pode encontrar-se, indo para o passado. Você pode encontrar a si mesmo, vindo para o presente.

Perceba profundamente que o momento presente é tudo que você tem. Faça AGORA o foco principal da sua vida.Conhecer a si mesmo como a consciência por trás da voz é a liberdade.

As soluções sempre aparecem quando saímos do pensamento e ficamos em silêncio, absolutamente presentes, ainda que seja só por um instante.

Nós fortalecemos tudo aquilo que combatemos, enquanto todas as coisas a que resistimos persistem.

Quando cada célula do seu corpo estiver tão presente que você a sente vibrar de vida, e quando sentir cada momento dessa vida como sendo a alegria do Ser, então poderá dizer que está livre do tempo.O problema não são as contas de amanhã. A morte do corpo físico não é um problema. A perda do Agora é que é o problema, ou antes, a ilusão central que transforma uma mera situação, um simples acontecimento ou uma emoção, num problema pessoal e num sofrimento. A perda do Agora é a perda do Ser. Estar livre do tempo é estar livre da necessidade psicológica do passado para formar a sua identidade e do futuro para atingir a sua realização pessoal.O melhor indicador do seu nível de consciência é a maneira como lida com os desafios da vida quando eles surgem.

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails