sexta-feira, 28 de outubro de 2016

ūüĆě♏Lua Nova M√≠stica♏ūüĆö



Informativo Semanal de 30/10 a 06/11/16 : Lua Nova em Escorpião (30/10/16 às 15:38, horário de verão em Brasília)

A luna√ß√£o no signo de Escorpi√£o deste ano coincidir√° com o festival pag√£o Samhain que celebra o tempo “sem tempo” quando o v√©u que separa diferentes dimens√Ķes e realidades se desvanece permitindo um contato intensificado com energias mais sutis e m√≠sticas. Este per√≠odo m√°gico tem dura√ß√£o de tr√™s dias (30, 31/10 e 1/11) e este ano ter√° sua conex√£o arquet√≠pica amplificada pela luna√ß√£o no signo das transforma√ß√Ķes, da morte e renascimento e do aprofundamento ps√≠quico.

Portanto, este final de semana est√° mais do que prop√≠cio para a auto-an√°lise e a alquimia evolucion√°ria. Rituais e pr√°ticas meditativas ou divinat√≥rias tamb√©m s√£o indicadas. O mergulho no inconsciente √© tamb√©m auxiliado pelo aspecto fluente que Netuno em Peixes realizar√° com o Sol, a Lua e Merc√ļrio, tamb√©m em Escorpi√£o, potencializando toda a sensibilidade necess√°ria para concentra√ß√£o no processo de visualiza√ß√£o para futuros “insights” criativos.

Magia √© isto: alquimia e transforma√ß√£o. Mas n√£o √© a transforma√ß√£o superficial. Mudar o corte ou a cor do cabelo podem ser apenas sintomas de uma mudan√ßa mais interna ou n√£o. A alquimia profunda √© o salto qu√Ęntico, ou seja, a mudan√ßa de padr√Ķes, pensamentos e atitudes a partir de uma lapida√ß√£o do seu self ou da sua alma. O auto-conhecimento por meio da Astrologia possibilita o salto qu√Ęntico alqu√≠mico, pois orienta o ser no reconhecimento de sua Luz e de sua Sombra conforme percorre o profundo e dram√°tico caminho rumo ao reino de Plut√£o, regente de Escorpi√£o. Reconhecer todas as suas qualidades e fundi-las em um s√≥ ser sem dualidades, inseguran√ßas, ansiedades ou depress√Ķes – este √© a fun√ß√£o primordial das terapias, da magia e do auto-conhecimento.

M√īnica C. Schwarzwald
www.templodeminerva.com

terça-feira, 16 de agosto de 2016

A DIVINA ORDEM CORRETA


Da mesma forma que estrelas e planetas seguem suas órbitas perfeitas, dentro da divina ordem correta também tenho meu lugar nessa ordem. Todo Universo está em perfeito alinhamento, assim como eu.

Posso n√£o entender tudo o que est√° acontecendo em minha limitada mente humana.

No entanto, tenho certeza de que no nível cósmico só posso estar no lugar certo, na hora certa, fazendo a coisa certa.

Escolho ter somente pensamentos positivos.

A experiência que hoje vivencio é um passo para uma nova percepção e uma maior alegria.

Estou no lugar certo.


Fonte: Livro “Pensamento do Cora√ß√£o” – Autora: Louise L. Hay

enviado por Gabriel

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

“Eu Sou a Luz das Estrelas”



♌Informativo Semanal de 2 a 09/8/16 : Lua Nova em Le√£o (02/08/16 √†s 17:44, Bras√≠lia)♌

O m√™s das Olimp√≠adas come√ßa com a luna√ß√£o no signo mais similar aos jogos e divertimentos: Le√£o. A vit√≥ria √© celebrada com o metal leonino, o ouro. Jogos, competi√ß√Ķes, divertimentos e celebra√ß√Ķes despertam nossa crian√ßa interior, pura energia criativa. Este √© o momento, durante o trajeto do Sol em seu signo de reg√™ncia, de dar espa√ßo a esta crian√ßa e seus sonhos esquecidos ou renegados pelos dogmas e imposi√ß√Ķes dos pais, professores e outros sistemas de repress√£o dos instintos que manifestam o puro ouro alqu√≠mico da alma humana. Ofuscando os talentos originais e os impulsos criativos, a sociedade e seus poderes controladores criam o estigma da confus√£o mental, da depress√£o, da ansiedade, das compensa√ß√Ķes e da falta de prop√≥sito t√£o comuns hoje. A falta de auto-estima e de auto-aceita√ß√£o tamb√©m fazem parte deste jogo opressor.

A entrada de Marte em Sagit√°rio pode ampliar as possibilidades de busca de verdades mais profundas da alma humana. Sagit√°rio compartilha com Le√£o o elemento Fogo: energia vital a favor da criatividade e da sabedoria constru√≠da a partir das experi√™ncias pessoas da nossa crian√ßa interior livre para alcan√ßar novos horizontes. Marte em Sagit√°rio proporcionar√° este impulso instintivo a favor da liberdade de a√ß√£o, em busca de conhecimentos que podem compor uma nova filosofia pessoal. Este tr√Ęnsito estar√° vigente at√© o final de setembro, vamos por em pr√°tica esta busca? Pensar em n√≥s mesmos como estrelas aut√īnomas em busca do nosso brilho √ļnico?

Durante a passagem de Marte em Sagit√°rio, astros nos signos mut√°veis (G√™meos, Virgem, Peixes e o pr√≥prio Sagit√°rio) nos mapas de nascimento podem passar por momentos de stress, descontrole, impulsividade irracional que poder√£o provocar conflitos ou a√ß√Ķes que afetam sensivelmente aqueles que est√£o ao seu redor. Brilhe, busque, ultrapasse limites sem o perigo de ferir-se ou de ferir algu√©m pr√≥ximo a voc√™.

Templo de Minerva - www.templodeminerva.com por M√īnica Schwarzwald

quarta-feira, 27 de julho de 2016

SER AV√ď... √Č ABEN√áOAR OS DESCENDENTES!

  
Por Marilene Pitta

Tomo uma respira√ß√£o profunda e parece que foi ontem quando vi o meu filho pela primeira vez. Bem perto do meu cora√ß√£o, o seu cora√ß√£ozinho batia no mesmo compasso. Quando o meu amado neto nasceu, o vi pela primeira vez numa imagem por computador... Est√°vamos longe fisicamente um do outro! Milagre da tecnologia! √Č uma emo√ß√£o indiz√≠vel... as palavras ficam fr√°geis diante de um acontecimento t√£o comum e t√£o √ļnico na hist√≥ria da humanidade.

√Č necess√°rio pensar sobre ser av√≥. Vamos l√°! Perdemos o sentido do ritual de passagem. Os acontecimentos ficaram banalizados assim como a dor da perda! Tudo r√°pido! Esse rito de passagem √© necess√°rio para que a nossa psique tome como refer√™ncia profunda a experi√™ncia de vida daquele momento luz! Momento numinoso em linguagem junguiana.

Pensando nessas datas, nas pessoas, nos nascimentos, nas mortes, nos outros e em n√≥s a experi√™ncia de “ser av√≥” √© ampliada no viver da mulher. N√£o uma av√≥ para cuidar dos netos, levar para a creche, ficar... brincar... etc e tal...

N√£o! Estou me referindo a algo mais profundo que toca a alma. Lembro-me da hist√≥ria de Abra√£o quando, segundo a narrativa b√≠blica, Deus pediu que sacrificasse seu filho... Ele, certamente marcado pela dor, foi fiel e “com-fiou”. Confiar √© o ato de bem-aventuran√ßa, de plenitude, de perten√ßa geneal√≥gica.

Então, a vida nos presenteia com o milagre da maternidade vindo nos nossos filhos. Você vai acompanhando cada mudança na outra barriga, cada susto, cada risada... Tudo se torna coeso em laços de família com menos neurose, é claro! As experiências nutridoras da alma vão passando como um mala de oração. Às vezes, e muitas, em nome de um consumismo selvagem perde-se essa dimensão de tudo e de todos.

Por isso, falo do estado luminoso de “ser-av√≥”! Av√≥ que aben√ßoa cada crian√ßa que nasce na fam√≠lia! Av√≥ que reza de uma forma silenciosa quando todos est√£o aflitos por alguma coisa. Av√≥ que √© presen√ßa energ√©tica de aben√ßoar suas ra√≠zes e sua ancestralidade.

A condi√ß√£o de av√≥ nos d√° o resgate da sabedoria interna... Das hist√≥rias vividas... Dos dramas passados... Da hist√≥ria presenciada... A av√≥ sabe e sente no seu cora√ß√£o todas as dores e alegrias porque √© dela que, como os nativos nomeiam, “a av√≥ aranha tece sua rede” que de t√£o leve balan√ßa ao vento que acaricia a M√£e Terra!

√Č isso! Ser av√≥ √© estar conectada com GAIA, a nossa M√£e Terra! √Č mais pleno o sentir da sua bondade, sua generosidade, sua for√ßa, sua energia divina. A av√≥ deve sempre ter em mente os descendentes. √Č dela que a rede do DNA vibra e atuam nas viv√™ncias, emo√ß√Ķes, experi√™ncias! √Č algo de infinito que como as estrelas no c√©u nas noites escuras nos iluminam. A presen√ßa da av√≥ ilumina uma fam√≠lia!

Resgatar a boa gargalhada que vem de longe, de algum lugar da casa, quando todos se envolvem na mesa e celebram a vida! Lembro-me da minha avó Рuma rezadeira maravilhosa - que me abençoou e dizem que a reza foi tão forte que até hoje vale... Para mim, vale muito!

Este texto, com gosto de hist√≥ria do interior, com cheiro de cocada preta da Bahia, doce de leite e arroz doce pintado de canela... fala dessa mem√≥ria. Quem tem a chance de ver bem de perto os descendentes tem a experi√™ncia que a alma reconhece como √ļnica e indiz√≠vel! Por√©m, tem av√≥ que n√£o pode estar perto... ent√£o, a nutri√ß√£o passa para a tela de um computador! Mesmo assim, aben√ßoe com o cora√ß√£o cheio de amor pela vida.

Ser avó, para nós mulheres, pode ser a possibilidade de criar novos rumos no viver, re-contar histórias, escrever, registrar os eventos... Ancorar uma energia da sua egrégora familiar. Ensine suas crianças a contemplar um por do sol... Mostre o valor do silêncio. Dê exemplo com a sua atitude. Ouça, escute com atenção quando a criança vem contar alguma coisa. Sente-se com ela! Observe seus traços ancestrais e também das estrelas... do universo... de toda a galáxia! Afinal somos todos um!

Vov√≥... vov√≥, a sua crian√ßa pode ser uma “crian√ßa √≠ndigo” ou “uma crian√ßa cristal”! Vou escrever sobre este assunto como psicopedagoga! Elas v√™m com uma miss√£o para o nosso planeta. O seu amor pode ajuda-las!

Vov√≥, voc√™ j√° observou como elas dominam a linguagem dos celulares e dos eletr√īnicos de modo geral! Computador, nem se fala! √Č como o nosso ponto do caf√©... sai quentinho com um aroma delicioso... assim s√£o eles... competentes, vivos, ir√īnicos, r√°pidos, criativos, autorit√°rios, musicais, l√≠deres... √© uma outra √©poca... √©poca de av√≥ e √©poca de netos e netos aben√ßoados por existirem em nossas vidas!

No ano passado tive a honra de sentar e conversar com uma avó nativa que guarda a Sabedoria da Mãe Terra e é sobre ela que gostaria de encerrar essa nossa prosa virtual. Peço licença a todas as avós nativas e a todo o clã das Tartarugas para anunciar, especialmente, as avós Cherokees:
“Unci, as Av√≥s – Abrem Portas para a Unifica√ß√£o do Eu – e afirmam com Amor e Gra√ßa: n√≥s somos AS AV√ďS e oramos por voc√™ hoje. Zelamos por voc√™ desde muito pequeno at√© bem velho. Zelamos por seu Esp√≠rito. Zelamos por tudo o que voc√™ √©. Como sempre, estamos aqui para lembrar voc√™, para lhe trazer um pequeno ensinamento que o ajudar√° a lembrar.

Nós, as Avós, estamos por trás de você. Apoiamos você em cada passo. Guardamos seu futuro. Como a Medicina do Urso, rodeamos você com força. Damos a você a força da sabedoria que você aprendeu.

Nós, as Avós, protegeremos seu futuro guardando seu passado. Somos as Protetoras da Chama da Sabedoria, de seu curso de vida e de todos os cursos de vida. Se você precisa compreender a si mesmo, deve perguntar às Avós. Nós o levaremos profundamente para dentro do Silêncio de seu próprio ser. Nós lhe ensinaremos as disciplinas que você precisa conhecer. Nós o ajudaremos a lembrar-se de quem você é desde o primeiro momento em que você surgiu do Coração do Criador. Ajudaremos você a integrar os dons sagrados e talentos que tem.

Por isso, procure as Av√≥s se voc√™ quiser compreender onde tem estado. N√≥s o levaremos √† Caverna do Eu e o ajudaremos a emergir do outro lado da montanha como um novo ser”.

Ensinamentos da Sabedoria Sagrada! Foi assim que quando me tornei av√≥ de Vinicius, o Criador me fez encontrar Silvia Star, uma Grande Av√≥, que tocou o meu cora√ß√£o com o encantamento de SER AV√ď... √Č ABEN√áOAR OS DESCENDENTES!

Que essa ciranda de avós cresça e se torne uma árvore acolhedora... Bênção e Luz para todas as mulheres que saborearam ser avó de qualquer forma e de qualquer jeito: é avó!

Ciranda, cirandinha vamos todos cirandar, vamos dar a meia volta, volta e meia vamos dar.

Até a próxima volta!
enviado  por Gabriel

terça-feira, 26 de julho de 2016

Saudação a Nanã Buruquê no seu dia


NANÃ BURUQUÊ

A mais velha divindade do panteão, associada às águas paradas, à
lama dos p√Ęntanos, ao lodo do fundo dos rios e dos mares. O √ļnico
Orix√° que n√£o reconheceu a soberania de Ogum por ser o dono dos
metais. √Č tanto reverenciada como sendo a divindade da vida, como da
morte. Seu s√≠mbolo √© o √ćb√≠ri - um feixe de ramos de folha de palmeira
com a ponta curvada e enfeitado com b√ļzios.
Nana é a chuva e a garoa. O banho de chuva é uma lavagem do corpo
no seu elemento, uma limpeza de grande força, uma homenagem a este grande
orix√°.

Nanã Buruquê representa a junção daquilo que foi criado por Deus.
Ela é o ponto de contato da terra com as águas, a separação entre o
que j√° existia, a √°gua da terra por mando de Deus, sendo portanto
tamb√©m sua cria√ß√£o simult√Ęnea a da cria√ß√£o do mundo.

1. Com a junção da água e a terra surgiu o Barro.
2. O Barro com o Sopro Divino representa Movimento.
3. O Movimento adquire Estrutura.
4. Movimento e Estrutura surgiu a criação, O Homem.

Portanto, para alguns, Nanã é a Divindade Suprema que junto com
Zambi fez parte da criação, sendo ela responsável pelo elemento Barro,
que deu forma ao primeiro homem e de todos os seres viventes da terra,
e da continuação da existência humana e também da morte, passando por
uma transmutação para que se transforme continuamente e nada se perca.
Esta é uma figura muito controvertida do panteão africano. Ora
perigosa e vingativa, ora praticamente desprovida de seus maiores
poderes, relegada a um segundo plano amargo e sofrido, principalmente
ressentido.

Orixá que também rege a Justiça, Nanã não tolera traição, indiscrição, nem roubo. Por ser Orixá muito discreto e gostar de se esconder, suas filhas podem ter um caráter completamente diferente do dela. Por exemplo, ninguém desconfiará que uma dengosa e vaidosa aparente filha de Oxum seria uma filha de Nanã "escondida".
Nan√£ faz o caminho inverso da m√£e da √°gua doce. √Č ela quem
reconduz ao terreno do astral, as almas dos que Oxum colocou no mundo
real. √Č a deusa do reino da morte, sua guardi√£, quem possibilita o
acesso a esse território do desconhecido.
A senhora do reino da morte é, como elemento, a terra fofa, que
recebe os cadáveres, os acalenta e esquenta, numa repetição do ventre,
da vida intra-uterina. √Č, por isso, cercada de muitos mist√©rios no culto e tratada pelos
praticantes da Umbanda e do Candomblé, com menos familiaridade que os
Orix√°s mais extrovertidos como Ogum e Xang√ī, por exemplo.
Muitos são portanto os mistérios que Nanã esconde, pois nela
entram os mortos e através dela são modificados para poderem nascer
novamente. Só através da morte é que poderá acontecer para cada um a
nova encarnação, para novo nascimento, a vivência de um novo destino -
e a responsável por esse período é justamente Nanã.

Ela é considerada pelas comunidades da Umbanda e do Candomblé,
como uma figura austera, justiceira e absolutamente incapaz de uma
brincadeira ou ent√£o de alguma forma de explos√£o emocional. Por isso
est√° sempre presente como testemunha fidedigna das lendas. Jurar por
Nanã, por parte de alguém do culto, implica um compromisso muito sério
e inquebrant√°vel, pois o Orix√° exige de seus filhos-de-santo e de quem
a invoca em geral sempre a mesma relação austera que mantém com o
mundo.

Nanã forma par com Obaluaiê. E enquanto ela atua na decantação
emocional e no adormecimento do espírito que irá encarnar, ele atua na
passagem do plano espiritual para o material (encarnação), o envolve
em uma irradiação especial, que reduz o corpo energético ao tamanho do
feto j√° formado dentro do √ļtero materno onde est√° sendo gerado, ao
qual já está ligado desde que ocorreu a fecundação.

Este mistério divino que reduz o espírito, é regido por nosso
amado pai Obaluaiê, que é o "Senhor das Passagens" de um plano para
outro.
Já nossa amada mãe Nanã, envolve o espírito que irá reencarnar em
uma irradia√ß√£o √ļnica, que dilui todos os ac√ļmulos energ√©ticos, assim
como adormece sua memória, preparando-o para uma nova vida na carne,
onde n√£o se lembrar√° de nada do que j√° vivenciou. √Č por isso que Nan√£
é associada à senilidade, à velhice, que é quando a pessoa começa a se
esquecer de muitas coisas que vivenciou na sua vida carnal.

Portanto, um dos campos de atuação de Nanã é a "memória" dos
seres. E, se Oxóssi aguça o raciocínio, ela adormece os conhecimentos
do espírito para que eles não interfiram com o destino traçado para
toda uma encarnação.

Em outra linha da vida, ela é encontrada na menopausa. No inicio
desta linha est√° Oxum estimulando a sexualidade feminina; no meio est√°
Yemanj√°, estimulando a maternidade; e no fim est√° Nan√£, paralisando
tanto a sexualidade quanto a geração de filhos.

Esta grande Orixá, mãe e avó, é protetora dos homens e criaturas
idosas, padroeira da família, tem o domínio sobre as enchentes, as
chuvas, bem como o lodo produzido por essas √°guas.

Quando dança no Candomblé, ela faz com os braços como se
estivesse embalando uma criança. Sua festa é realizada próximo do dia
de Santana, e a cerim√īnia se chama Dan√ßa dos Pratos.

Origem:

Nanã, é um Orixá feminino de origem daomeana, que foi incorporado
h√° s√©culos pela mitologia iorub√°, quando o povo Nag√ī conquistou o povo
do Daomé (atual Republica do Benin) , assimilando sua cultura e
incorporando alguns Orixás dos dominados à sua mitologia já
estabelecida.

Resumindo esse processo cultural, Oxal√° (mito Iorub√° ou Nag√ī)
continua sendo o pai e quase todos os Orix√°s. Iemanj√° (mito igualmente
Iorub√°) √© a m√£e de seus filhos (Nag√ī) e Nan√£ (mito Jeje) assume a
figura de m√£e dos filhos daomeanos, nunca se questionando a
paternidade de Oxalá sobre estes também, paternidade essa que não é
original da criação das primeiras lendas do Daomé, onde Oxalá
obviamente n√£o existia. Os mitos daomeanos eram mais antigos que os
Nag√īs (vinham de uma cultura ancestral que se mostra anterior √†
descoberta do fogo). Tentou-se, ent√£o, acertar essa cronologia com a
colocação de Nanã e o nascimento de seus filhos, como fatos anteriores
ao encontro de Oxal√° e Iemanj√°.

CARACTER√ćSTICAS:

Cor: Roxa ou Lil√°s (Em algumas casas: branco e o azul).

Fio de Contas: Contas, firmas e mi√ßangas de cristal lil√°s.

Ervas: Manjeric√£o Roxo, Col√īnia, Ip√™ Roxo, Folha da Quaresma, Erva de
Passarinho, Dama da Noite, Canela de velho, Salsa da Praia, Manac√°.
(Em algumas casas: assa peixe, cipreste, erva macaé, dália vermelho
escura, folha de berinjela, folha de limoeiro, manac√°, rosa vermelho
escura, tradesc√Ęncia).

S√≠mbolo: Chuva.

Pontos da Natureza: Lagos, √°guas profundas, lama, cemit√©rios, p√Ęntanos.

Flores: Todas as flores roxas.

Ess√™ncias: L√≠rio, Orqu√≠dea, lim√£o, narciso, d√°lia.

Pedras: Ametista, cacoxenita, tanzanita.

Metal: Lat√£o ou N√≠quel.

Sa√ļde: Dor de cabe√ßa e Problemas Intestino.

Planeta: Lua e Merc√ļrio.

Dia da Semana: S√°bado (Em algumas casas: Segunda).

Elemento: √Āgua.

Chakra: Frontal e Cervical.

Sauda√ß√£o: Saluba Nan√£.

Bebida: Champanhe.

Animais: Cabra, Galinha ou Pata. (Brancas).

Comidas: Feij√£o Preto com Pur√™ de Batata doce. Aberum. Mungunz√°.

Numero: 13.

Data Comemorativa: 26 de julho.

Sincretismo: Nossa Senhora Santana.

Incompatibilidades: L√Ęminas, multid√Ķes.

Qualidades: Ologbo, Borokun, Biodun, Asain√°n, Elegbe, Susure

ATRIBUI√á√ēES:

A orix√° Nan√£ rege sobre a maturidade e seu campo preferencial de
atuação é o racional dos seres. Atua decantando os seres emocionados e
preparando-os para uma nova "vida", j√° mais equilibrada .

AS CARACTER√ćSTICAS DOS FILHOS DE NAN√É:


Uma pessoa que tenha Nanã como Orixá de cabeça, pode levar em
conta principalmente a figura da avó: carinhosa às vezes até em
excesso, levando o conceito de mãe ao exagero, mas também ranzinza,
preocupada com detalhes, com forte tendência a sair censurando os
outros. N√£o tem muito senso de humor, o que a faz valorizar demais
pequenos incidentes e transformar pequenos problemas em grandes
dramas. Ao mesmo tempo, tem uma grande capacidade de compreens√£o do
ser humano, como se fosse muito mais velha do que sua própria
existência. Por causa desse fator, o perdão aos que erram e o consolo
para quem está sofrendo é uma habilidade natural. Nanã, através de
seus filhos-de-santo, vive voltada para a comunidade, sempre tentando
realizar as vontades e necessidades dos outros.
Às vezes porém, exige atenção e respeito que julga devido mas não
obtido dos que a cercam. N√£o consegue entender como as pessoas cometem
certos enganos triviais, como optam por certas saídas que para um
filho de Nan√£ s√£o evidentemente inadequadas. √Č o tipo de pessoa que
n√£o consegue compreender direito as opini√Ķes alheias, nem aceitar que
nem todos pensem da mesma forma que ela.

Suas rea√ß√Ķes bem equilibradas e a pertin√™ncia das decis√Ķes,
mantém-nas sempre no caminho da sabedoria e da justiça.
Todos esses dados indicam também serem os filhos de Nanã, um
pouco mais conservadores que o restante da sociedade, desejarem a
volta de situa√ß√Ķes do passado, modos de vida que j√° se foram. Querem
um mundo previsível, estável ou até voltando para trás: são aqueles
que reclamam das viagens espaciais, dos novos costumes, da nova
moralidade, etc.

Quanto à dados físicos, são pessoas que envelhecem rapidamente em
alguns casos, aparentando mais idade do que realmente têm, com exceção
as que tenham também Oxum ou Iansã na coroa.

Os filhos de Nan√£ s√£o calmos e benevolentes, agindo sempre com
dignidade e gentileza. São pessoas lentas no exercício de seus
afazeres, julgando haver tempo para tudo, como se o dia fosse durar
uma eternidade. Muito afeiçoadas às crianças, educam-nas com ternura e
excesso de mansidão, possuindo tendência a se comportar com a
indulg√™ncia das av√≥s. Suas rea√ß√Ķes bem equilibradas e a pertin√™ncia de
suas decis√Ķes mant√™m-nas sempre no caminho da sabedoria e da justi√ßa,
com segurança e majestade.

O tipo psicológico dos filhos de NANÃ à introvertido e calmo. Seu
temperamento é severo e austero. Rabugento, é mais temido do que
amado. Pouco feminina, não tem maiores atrativos e à muito afastada da
sexualidade. Por medo de amar e de ser abandonada e sofrer, ela dedica
sua vida ao trabalho, à vocação, à ambição social.

COZINHA RITUAL√ćSTICA:

Canjica branca: Canjica branca cozida, leite de coco. Colocar a canjica em tigela de
louça branca, despejando mel por cima, e uvas brancas, se desejar.

Berinjela com inhame: Berinjela aferventada e cortada verticalmente em 4 partes; Inhames
cozidos em √°gua pura, com casca, e cortados em rodelas.; Arrumados em
um alguidar vidrado, regado com mel.

Sarapatel: Lava-se mi√ļdos de porco com √°gua e lim√£o. Corta-se em peda√ßos pequenos
e tempera-se com coentro, louro, pimenta do reino, cravos da índia,
caldo de lim√£o e sal. Cozinha-se tudo no fogo. Quando tudo estiver
macio, junta-se sangue de porco e ferve-se. Sirve-se, acompanhado de
farinha de mandioca torrada ou arroz branco.

Pa√ßoca de amendoim: Amendoins torrados e mo√≠dos misturados com farinha de mandioca crua,
a√ß√ļcar e uma pitada de sal.

Ef√≥: Ferve-se 1 ma√ßo bem grande de l√≠ngua de vaca, espinafre ou beterraba.
Depois amassar até virar um purê; Passa-se por uma peneira e espalhe a
massa para evaporar toda a √°gua; Depois de seca, coloca-se numa
panela, junto com azeite de dend√™, camar√Ķes secos, pimenta do reino,
cebola, alho e sal. Cozinha-se com a panela tampada e em fogo baixo; √Č
servido com arroz branco.

Aberum: Milho torrado e pilado.

Obs.: Nanã também recebe, calda de ameixa ou de figo; melancia, uva,
figo, ameixa e melão, tudo depositado à beira de um lago ou mangue.


LENDAS DE NANÃ:

Como Nan√£ Ajudou na Cria√ß√£o do Homem. Dizem que quando Olorum encarregou Oxal√° de fazer o mundo e modelar o ser humano, o Orix√° tentou v√°rios caminhos. Tentou fazer o homem de ar, como ele. N√£o deu certo, pois o homem logo se desvaneceu.Tentou fazer de pau, mas a criatura ficou dura. De pedra, mas ainda a tentativa foi pior. Fez de fogo e o homem se consumiu. Tentou azeite, √°gua e at√© vinho de palma, e nada. Foi ent√£o que Nan√£ veio em seu socorro e deu a Oxal√° a lama, o barro do fundo da lagoa onde morava ela, a lama sob as √°guas, que √© Nan√£. Oxal√° criou o homem, o modelou no barro. Com o sopro de Olorum ele caminhou. Com a ajuda dos Orix√° povoou a Terra. Mas tem um dia que o homem tem que morrer. O seu corpo tem que voltar √† terra, voltar √† natureza de Nan√£. Nan√£ deu a mat√©ria no come√ßo mas quer de volta no final tudo o que √© seu.
Nanã é a Senhora dos segredos, dos mistérios, do mundo oculto da magia
e das esferas subterr√Ęneas do Planeta.

Nanã é mãe dos Orixás. Está na terra e na cachoeira e está no mar. Eu
vou pedir à boa Nanã que abençoe os filhos seus.

Nanã Orixá da sabedoria, conselheira e encaminhadora de espíritos.
Saluba a vovó!

Nanã simboliza a maturidade, a ciência e a razão, é uma mãe divina,
atua no trono da evolução. Proteção a todos nós minha Senhora!

Nanã, dainos vossa proteção! Valeinos avó de Aruanda, valeinos com sua
benção, com sua estrela bendita, livrainos das horas aflitas.


Sua Benção nobre senhora dos Orixás.

Saluba Nanã Buruquê!!!

Carlos de Ogum.

ORAÇÃO NANÃ BURUQUÊ:
A minha mãe Nanã, eu peço a benção e proteção para todos os passos de
minha vida. A minha mãe Nanã, eu peço que abençoe o meu coração, minha
cabeça, meu espírito e corpo. Que aos poderes dados somente à Senhora
das Senhoras, sejam caridosos e benevolentes, e me escondam de meus
inimigos ocultos e poderosos. Minha querida M√£e e Senhora, tenha
piedade de meu coração. Minha querida Mãe e Senhora, faça com que eu
seja puro de coração para merecer a sua proteção e caridade. À minha
mãe Nanã, eu lhe devoto minha fé e minhas palavras.

Saluba Nanã Buruquê!!


Outra Oração a Nanã Buruquê:

Saluba, Senhora dos P√Ęntanos. Rainha das profundezas, m√£e de tudo que
é ancestral. Nós, que carinhosamente a chamamos de vovó, pedimos sua
bênção e proteção. Eu venho particularmente pedir-lhe (faça o pedido).
Que a Senhora dê a mim o que for do meu merecimento. Acima de tudo
Proteja-me! Dê-me a consciência de que eu sou a continuação de tudo o
que já existe, de que eu tenho a força dos meus ancestrais e por isso
vencerei. Não deixe mãe e avó, que o mal e as pragas cheguem até mim.
Pelo seu Santo nome, Senhora de Santana, que assim seja!
enviado por Gabriel

PRECE √ÄS SETE DIRE√á√ēES GAL√ĀCTICAS


Desde a Casa Leste da Luz
Que a Sabedoria se abra em aurora sobre nós
Para que vejamos as coisas com claridade.

Desde a Casa Norte da Noite
Que a Sabedoria amadureça entre nós
Para que conheçamos tudo desde dentro.

Desde a Casa Oeste da Transformação
Que a Sabedoria se transforme em ação correta
Para que façamos o que tenha de ser feito.

Desde a Casa Sul do Sol Eterno
Que a ação correta nos dê a colheita
Para que desfrutemos os frutos do ser planet√°rio.

Desde a casa superior do Paraíso
Onde se re√ļne o Povo das Estrelas e os Antepassados
Que suas bençãos cheguem até nós agora.

Desde a Casa Interior da Terra
Que o pulsar do coração de cristal do Planeta
Nos abençoe com suas harmonias
Para que acabemos com as guerras.

Desde a Fonte Central da Gal√°xia
Que est√° em todas as partes ao mesmo tempo
Que tudo se reconhe√ßa como Luz de Amor M√ļtuo.

AH YUM HUNAB KU
(Saudação Maia ao Sol Central - Entoar 3 vezes)

EVAN MAIA E MA HO
(Salve a Harmonia da mente e da Natureza - 3 vezes)

IN LAK CH
(Eu Sou o Outro em Você)

A CULTURA GAL√ĀCTICA VEM EM PAZ

domingo, 17 de julho de 2016

A FANT√ĀSTICA CURA DO "NAMAST√ä"

A sabedoria impl√≠cita na sauda√ß√£o em s√Ęnscrito – “Namast√™” – √© absolutamente bela e profunda: “O Deus que habita o meu cora√ß√£o reverencia e reconhece o Deus que habita o seu cora√ß√£o”. √Č a completa submiss√£o de um ser ao outro, na melhor e mais elevada acep√ß√£o da palavra: sa√ļdo o outro sem questionamentos, nem expectativas de respostas espec√≠ficas.

Quando dita e sentida desde a alma, a express√£o “Namast√™” reflete um profundo respeito e atitude de humildade diante do outro. N√£o se trata, no entanto, de um respeito qualquer, que olha pra fora com ares de superioridade e uma arrogante toler√Ęncia pelas atitudes “estranhas” dos outros.

A palavra “respeito” vem do latim “respicere”, que quer dizer “olhar de novo ou atentamente; fitar”. Segundo Dulce Magalh√£es, “respeito vem de um olhar cada vez mais aprofundado sobre o outro. √Č reconhecer esse Universo que est√° frente a frente conosco. √Č uma aten√ß√£o que deriva da Sabedoria de que cada encontro √© uma √ļnica chance em sete bilh√Ķes que nos √© ofertada pela vida”.

√Č uma atitude de encantamento e alegria pelo processo de outro, uma rever√™ncia que nasce na humildade de que nosso processo n√£o √© superior nem inferior ao do outro – apenas diferente. Expressar um “Namast√™” desde dentro, √© estabelecer uma conex√£o verdadeira entre as pessoas, livre de julgamentos, cobran√ßas e m√°scaras sociais. √Č a conex√£o com a centelha divina que habita todos, reconhecida e reverenciada em n√≥s e nos outros.

Para isso, é necessário atentarmos às defesas de nosso ego infantilizado. A baixa estima, a insegurança e o medo, muitas vezes, nos levam a atitudes de superioridade em relação ao outro Рespecialmente o próximo mais próximo, seja ele um parente, o parceiro de vida, um amigo ou colega de trabalho. Para nos sentirmos bem conosco mesmos, nos entregamos de forma incauta à maledicência, ao julgamento e à condenação dos nossos semelhantes.

Sentimos e acreditamos que sabemos mais e melhor. Que nossa forma de ser e estar √© mais acertada. Que o outro n√£o sabe direito como fazer. Que o resultado de sua a√ß√£o n√£o √© t√£o proveitoso como quando agimos. √Č a sabichona de plant√£o, ou o dono da verdade colocando as cartas na mesa. Nada mais humano e natural do que esta defesa. Tudo bem agir assim, mas atentemos: como tudo na vida, esta defesa tamb√©m se manifesta para conhecermos melhor a n√≥s mesmos.

Recentemente tive um sonho, em que me postava nessa atitude de “Namast√™” em rela√ß√£o a uma pessoa muito importante de minha vida, com quem – por defesa – ainda me colocava num lugar de superioridade infantil. Eu a via face a face, e me colocava nesta posi√ß√£o, com as m√£os sobre o peito em atitude de ora√ß√£o e com a cabe√ßa abaixada em rever√™ncia. Fiquei ali, com a cabe√ßa baixa por, pelo menos, dez minutos.

Foi um tempo lindo, que me trazia alívio a cada segundo que passava. Uma alegria inexplicável, uma paz tomou conta do meu corpo e da minha mente, uma admiração pela grandeza do outro, um encontro muito profundo de reverências entre o Deus em mim e o Deus neste ser. A pessoa que faz esta reverência está assegurando à outra que irá além das diferenças e conectar-se-á a ela colocando-se num lugar absolutamente nivelado.

Foi a√≠, nesta vis√£o, que encontrei a fonte mais pura do “Namast√™” e, desde ent√£o, esta palavra tomou um significando absolutamente curativo no meu dia a dia. A qualquer momento em que as inseguran√ßas d√£o al√ī e me vejo questionando a atitude de algu√©m, n√£o nego o que sinto: acolho minha sombra com carinho, me amo, me acalmo e, em seguida, mentalizo a postura de rever√™ncia em rela√ß√£o √† pessoa em quest√£o. A tranquilidade e uma surpreendente alegria me invadem em instantes, e o sorriso rapidamente se estampa no rosto.

Apenas conseguimos embarcar nesse sentimento quando compreendemos plenamente que julgar e condenar o outro, e muito menos ainda, modificar sua forma de ser, é tão ineficaz quanto contraproducente.

Quando observamos o processo de cada um com profundo respeito e rever√™ncia, quando abra√ßamos o tempo evolutivo de TO-DOS os seres com alegria e gratid√£o, sem nos arrogarmos em inten√ß√Ķes de interfer√™ncias e senten√ßas, entramos em contato com o Deus em n√≥s, que se embevece a cada encontro com o Deus nos demais.

A vida torna-se um grande palco de reencontros das manifesta√ß√Ķes divinas em todos os seres da cria√ß√£o. A cada um que me l√™, um lindo e amoroso NAMAST√ä! :D

(Daniela Migliari – Junho de 2016 – S√£o Paulo)

terça-feira, 24 de maio de 2016

Deus


Para mim Deus est√° em toda parte, √© o perfume das flores, a brisa da tarde, o orvalho, a chuva, a luz do dia, o brilho das estrelas. Deus est√° em cada √°tomo, em todas as coisas. Mas gosto de pensar em Deus como um genial artista, que se diverte ao pintar o c√©u de cada dia, de cada hora, de cada tarde. Que se delicia ao espalhar pinceladas em delicadas cores: lilases, laranjas, rosas, azuis, amarelos, no p√īr-do-sol de mais um dia... Mesmo quando do c√©u √© cinza e frio, mesmo quando √© pl√ļmbeo, sei que um novo dia vai raiar, e que o sol vir√°, e com ele todas as cores que me inspiram, me fazem suspirar ante a beleza da vida. Diante desta beleza, sinto imenso amor, e no amor est√° Deus.

Olho para o céu, o lindo céu de meu país, de minha cidade. O céu azul límpido que me ilumina em minha jornada. Mais uma vez me sinto abençoada. Caminho na terra, pés firmes pela vida que é bela, inteira, feita de chão e poeira... Mas o céu me inspira em meus poemas, o céu me leva pela vida afora, a buscar os mistérios de amar, os mistérios de ser humana, mulher, e também filha de Deus Pai e Deus Mãe. Assim eu vou, em novas jornadas, em muitos aprendizados, em busca de muitos milagres que o universo realiza em minha vida.

O vento fresco da manhã sopra meu rosto, levanta meus cabelos, e eu sigo em frente. Há muito a fazer, pedaços de mim que ainda procuro, que ainda estou a curar. Mas a vida é bela, é cheia de luz, agora cheia de paz, repleta de Deus.

Ana Liliam

domingo, 22 de maio de 2016

H√Ā DE SE CUIDAR DA AMIZADE E DO AMOR por Leonardo Boff




A amizade e o amor constituem as rela√ß√Ķes maiores e mais realizadores que o ser humano, homem e mulher, pode experimentar e desfrutar. Mesmo o m√≠stico mais ardente s√≥ consegue uma fus√£o com a divindade atrav√©s do caminho do amor. No dizer de S√£o Jo√£o da Cruz, trata-se da experi√™ncia da “a amada(a alma) no Amado transformada”.

H√° vasta literatura sobre estas duas experi√™ncias de base. Aqui restringimo-nos ao m√≠nimo. A amizade √© aquela rela√ß√£o que nasce de uma ignota afinidade, de uma simpatia de todo inexplic√°vel, de uma proximidade afetuosa para com a outra pessoa. Entre os amigos e amigas se cria uma como que comunidade de destino. A amizade vive do desinteresse, da confian√ßa e da lealdade. A amizade possui ra√≠zes t√£o profundas que, mesmo passados muitos anos, ao reencontrarem-se os amigos e amigas, os tempos se anulam e se reatam os la√ßos e at√© se recordam da √ļltima conversa havida h√° muito tempo.

Cuidar da amizade √© preocupar-se com a vida, as penas e as alegrias do amigo e da amiga. √Č oferecer-lhe um ombro quando a vulnerabilidade o visita e o desconsolo lhe oculta as estrelas-guias. √Č no sofrimento e no fracasso existencial, profissional ou amoroso que se comprovam os verdadeiros amigos e amigas. Eles s√£o como uma torre fort√≠ssima que defende o fr√°gil castelo de nossas vidas peregrinas.

A rela√ß√£o mais profunda √© a experi√™ncia do amor. Ela traz as mais felizes realiza√ß√Ķes ou as mais dolorosas frustra√ß√Ķes. Nada √© mais misterioso do que o amor. Ele vive do encontro entre duas pessoas que um dia cruzarem seus caminhos, se descobriram no olhar e na presen√ßa e viram nascer um sentimento de enamoramento, de atra√ß√£o, de vontade de estar junto at√© resolverem fundir as vidas, unir os destinos, compartir as fragilidades e as benqueren√ßas da vida. Nada √© compar√°vel √† felicidade de amar e de ser amado. E nada h√° de mais desalodor, nas palavras do poeta Ferreira Gullar, do que n√£o poder dar amor a quem se ama.

Todos esses valores, por serem os mais preciosos, s√£o tamb√©m os mais fr√°geis porque mais expostos √†s contradi√ß√Ķes da humana exist√™ncia.

Cada qual é portador de luz e de sombras, de histórias familiares e pessoais diferentes, cujas raízes alcançam arquétipos ancestrais, marcados por experiências bem sucedidas ou trágicas que deixaram marcas na memória genética de cada um.

O amor √© uma arte combinat√≥ria de todos estes fatores, feita com sutileza que demanda capacidade de compreens√£o, de ren√ļncia, de paci√™ncia e de perd√£o e, ao mesmo tempo, comporta o desfrute comum do encontro amoroso, da intimidade sexual, da entrega confiante de um ao outro. A experi√™ncia do amor serviu de base para entendermos a natureza de Deus: Ele √© amor essencial e incondicional.

Mas o amor sozinho n√£o basta. Por isso S√£o Paulo em seu famoso hino ao amor, elenca os ac√≥litos do amor sem os quais ele n√£o consegue subsistir e irradiar. O amor tem que ser paciente, benigno, n√£o ser ciumento, nem gabar-se, nem ensoberbecer-se, n√£o procurar seus interesses, n√£o se ressentir do mal…o amor tudo sofre, tudo cr√™, tudo espera e tudo suporta…o amor nunca se acaba (1Cor 13, 4-7). Cuidar destes acompanhantes do amor √© fornecer o h√ļmus necess√°rio para que o amor seja sempre vivo e n√£o morra pela indiferen√ßa. O que se op√Ķe ao amor n√£o √© o √≥dio mas a indiferen√ßa.

Quanto mais algu√©m √© capaz de uma entrega total, maior e mais forte √© o amor. Tal entrega sup√Ķe extrema coragem, uma experi√™ncia de morte pois n√£o ret√©m nada para si e mergulha totalmente no outro. O homem possui especial dificuldade para esta atitude extrema, talvez pela heran√ßa de machismo, patriarcalismo e racionalismo de s√©culos que carrega dentro de si e que lhe limita a capacidade desta confian√ßa extrema.

A mulher é mais radical: vai até o extremo da entrega no amor, sem resto e sem retenção. Por isso seu amor é mais pleno e realizador e, quando se frustra, a vida revela contornos de tragédia e de um vazio abissal.

O segredo maior para cuidar do amor reside no singelo cuidado da ternura. A ternura vive de gentileza, de pequenos gestos que revelam o carinho, de sacramentos tangíveis, como recolher uma concha na praia e levá-la à pessoa amada e dizer-lhe que, naquele momento, pensou carinhosamente nela.

Tais “banalidades” tem um peso maior que a mais preciosa joia. Assim como uma estrela n√£o brilha sem uma atmosfera ao seu redor, da mesma forma, o amor n√£o vive sem um aura de enternecimento, de afeto e de cuidado.

Amor e cuidado formam um casal inseparável. Se houver um divórcio entre eles, ou um ou outro morre de solidão. O amor e o cuidado constituem uma arte. Tudo o que cuidamos também amamos. E tudo o que amamos também cuidamos.

Tudo o que vive tem que ser alimentado e sustentado. O mesmo vale para o amor e para o cuidado. O amor e o cuidado se alimentam da afetuosa preocupação de um para com o outro. A dor e a alegria de um é a alegria e a dor do outro.

Para fortalecer a fragilidade natural do amor precisamos de Algu√©m maior, suave e amoroso, a quem sempre podemos invocar. Da√≠ a import√Ęncia dos que se amam, de reservarem algum tempo de abertura e de comunh√£o com esse Maior, cuja natureza √© de amor, aquele amor, que segundo Dante Alignieri da Divina Com√©dia “move o c√©u e as outras estrelas” e n√≥s acrescentamos: que comove os nossos cora√ß√Ķes.

Leonardo Boff é autor de O Cuidado necessário, Vozes 2012.









s√°bado, 21 de maio de 2016

Arcanjo Miguel – Sejam o Amor que voc√™s vieram ser –


Canalizada por Leslie-Anne Menzies

Bem-vindos ao m√°gico m√™s de maio. Maio √© a energia da M√ÉE. M√£e Maria est√° envolvendo a todos em suas energias generosas. Gaia (M√£e Terra) est√° aben√ßoando-os com as suas d√°divas. √Č o momento de celebrar a M√ÉE, o Feminino Divino em TODOS. Reservem um tempo este m√™s para acolher tudo o que for m√°gico e m√≠stico relacionado aos cuidados maternais.

Maio também será de muita transição no Planeta Terra à medida que a intensidade da mudança e da transformação aumenta. Lembrem-se, meus queridos, até mesmo aqueles de vocês que estão se esforçando ou lamentando as mudanças não estariam aqui neste momento a menos que estivessem de acordo com o seu Eu Superior/Alma.

Este é o momento da maior transformação e limpeza para toda a humanidade e o Planeta Terra. Apenas as mais fortes das Almas fortes concordaram com este desdobramento.

VOCÊS, meus queridos, são exatamente estas almas que enfrentaram o desafio, sabendo que seria o mais poderoso dos tempos e aqui vocês estão.

O que está diante de vocês é o Maior dos Tempos e vocês são Aqueles que atenderão a cada um desses desafios, sabendo que cada experiência foi escolhida por vocês para o crescimento e evolução de sua Alma.

Deixem brilhar o seu AMOR e a sua LUZ muito intensamente, pois vocês serão reconhecidos como os Portadores da Luz que voltaram à Terra para purificar a escuridão que reina por eons.

Vocês estão começando a sentir mais este acesso ao poder e começando a reconhecer a chamada de sua Alma, mais a cada novo dia. Isso com o que vocês concordaram está-se revelando diante de seus olhos muito rapidamente agora. Vocês estão testemunhando a VERDADE das Eras, fluindo dos muitos indivíduos à medida que mais pessoas estão agora escutando, enquanto finalmente despertam para a maravilha desta Nova Terra.

Mais VERDADES ser√£o liberadas durante maio e ser√£o elucidadas com tal fluidez, que aqueles que ainda est√£o adormecidos, ser√£o despertados bem rapidamente. N√£o h√° mais tempo para o DESCONHECIDO.

Chegou a hora de acolher plenamente essas VERDADES, mas, o mais importante, é o momento de cada Alma individual acolher a própria VERDADE Рpermitir aos Aspectos Superiores de suas Almas fazer o reconhecimento do seu compromisso com estes tempos, de modo que vocês possam despertar plenamente também.

A magia de maio fluirá verdadeiramente em sucessão tão rápida que os seus companheiros, que até agora estavam adormecidos, despertarão Рolhos arregalados e identificando o chamado da própria Alma.

Vocês, meus queridos, que leem e compartilham estas palavras, são Aqueles para quem eles se voltarão por ajuda, conforme eles despertam do seu período de amnésia.

O véu está muito fino agora, Céu e Terra estão trabalhando juntos para fazer com que a realidade deste momento flua.

Vocês são os arquitetos da Nova Terra e vão aumentar mais uma vez, à medida que sentirem as dádivas do Amor da Mãe ao seu redor, acolhendo-os no Amor da Energia Maternal e tudo o que isso implica.

Meus queridos, o mês de maio será primordial de muitas maneiras, e vocês são Aqueles que orquestram essas mudanças.

Tomem as m√£os uns dos outros, cuidem dos cora√ß√Ķes uns dos outros e permitam que o Feminino Divino os envolva das mais gloriosas maneiras.

Invoquem a Mãe Maria, invoquem Gaia, sejam a incorporação do Amor Materno para si mesmos e permitam que essa energia combinada flua para TODA a humanidade.

Sejam o AMOR QUE VOCÊS VIERAM SER.

Maio certamente será um mês da Grande Mudança e da Grande Transição Рbenéficas a TODOS.

Mantenham o AMOR EM SEU CORAÇÃO POR AQUELE QUE VÃO/DEVEM DESPERTAR. Vocês são Aqueles que eles tentarão alcançar Рsejam este Farol Iluminado que vocês vieram ser.

Vocês são amados imensuravelmente, meus queridos, enquanto começamos outra aventura adiante, deixem-nos segurar suas mãos e trilhar o Caminho do grande AMOR, com o compromisso que vocês enviaram antes mesmo de pisarem no Planeta Terra.

O momento é para se lembrar de VOCÊS, meus queridos, e de tudo o que concordaram em criar neste período de transição РCéu e Terra são UM, meus queridos, e assim é.

Bênçãos,

EU SOU ARCANJO MIGUEL.

Direitos Autorais:

Fonte – leslie-anne@angelstoinspire.com.auwww.angelstoinspire.com.au

Tradução de Ivete Brito Рadavai@me.comwww.adavaiwordpress.com

sexta-feira, 20 de maio de 2016

A dança da vida


Andr√© Luiz, uma psicografia de Chico Xavier 

Quando uma porta se fecha, outra se abre; quando um caminho termina, outro começa... nada é estático no Universo, tudo se move sem parar e tudo se transforma sempre para melhor.
Habitue-se a pensar desta forma: tudo que chega √© bom, tudo que parte tamb√©m. √Č a dan√ßa da vida... dance-a da forma como ela se apresentar, sem apego ou resist√™ncia.

N√£o se apavore com as doen√ßas... elas s√£o despertadores, t√™m a miss√£o de nos acordar. De outra forma permanecer√≠amos distra√≠dos com as sedu√ß√Ķes do mundo material, esquecidos do que viemos fazer neste planeta. O Universo nos mandou aqui para coisas mais importantes do que comer, dormir, pagar contas....

Viemos para realizar o Divino em nós. Toda inércia é um desserviço à obra Divina. Há um mundo a ser transformado, seu papel é contribuir para deixa-lo melhor do que você o encontrou. Recursos para isso você tem, só falta a vontade de servir a Deus servindo aos homens.

Não diga que as pessoas são difíceis e que convivência entre seres humanos é impossível. Todos estão se esforçando para cumprir bem a missão que lhes foi confiada. Se você já anda mais firme, tenha paciência com os seus companheiros de jornada. Embora os caminhos sejam diferentes estamos todos seguindo na mesma direção, em busca da mesma luz.

E sempre que a impaciência ameaçar a sua boa vontade com o caminhar de um semelhante, faça o exercício da compaixão. Ele vai ajudá-lo a perceber que na verdade ninguém está atrapalhando o seu caminho nem querendo lhe fazer nenhum mal, está apenas tentando ser feliz, assim como você.

Quando nos colocamos no lugar do outro, algo muito mágico acontece dentro de nós: o coração se abre, a generosidade se instala dentro dele e nasce a partir daí uma enorme compreensão acerca do propósito maior da existência, que é a prática do AMOR. Quando olhamos uma pessoa com os olhos do coração, percebemos o parentesco de nossas almas.

Somos uma s√≥ energia, juntos formamos um imenso tecido de luz. N√£o existem as dist√Ęncias f√≠sicas. A F√≠sica Qu√Ęntica j√° provou que √© tudo uma ilus√£o. Estamos interligados por fios invis√≠veis que nos conectam ao Criador da Vida. A minha tristeza contamina o bem-estar do meu vizinho, assim como a minha alegria entusiasma algu√©m do outro lado do mundo. √Č imposs√≠vel ferir algu√©m sem ser ferido tamb√©m, lembre-se disso.

O exercício diário da compaixão faz de nós seres humanos de primeira classe.

sexta-feira, 25 de março de 2016

ESPEREM! ESTAMOS MUDANDO PARA O PR√ďXIMO N√ćVEL


Clique na imagem para aument√°-la

Mensagem de Patrícia Diane Cota-Robles
24 de Fevereiro de 2016

Desde o nascimento da Nova Terra, em 21/22 de Dezembro de 2012, a Presença EU SOU de cada homem, mulher e criança neste Planeta esteve elevando a frequência da vibração de nossos Corpos Terrestres ao máximo que podemos suportar em cada período de 24 horas.
 
Dia a dia, este processo de Alquimia Divina esteve mudando lentamente as estruturas celulares de nossos corpos físico, etérico, mental e emocional, das células planetárias à base de carbono para células cristalinas da Luz Solar da 5ª Dimensão.

Muitas pessoas estão conscientes de que há algo incomum acontecendo em seus corpos, mas as massas da Humanidade ignoram o que está realmente acontecendo neste momento. Esta falta de percepção está causando muito stress e ansiedade, pois todos os dias os nossos corpos são impulsionados ao limite neste processo de transformação.

Felizmente, os Seres de Luz, nos Reinos da Verdade Iluminada estão atentos aos desafios mentais e emocionais que este processo está causando e eles se uniram à Presença Eu Sou de cada pessoa para co-criar um Plano Divino que irá aliviar o stress e trará conforto ao processo, sem abrandar a nossa transformação física.

√Č importante que compreendamos que esta grande acelera√ß√£o n√£o seria permitida por nosso Deus Pai/M√£e, ou pela Companhia do C√©u, se isto causasse mais mal do que bem.

A √ļnica raz√£o pela qual isto est√° sendo permitido com esta intensidade √© por causa da assist√™ncia que estamos recebendo das invoca√ß√Ķes sinceras da Humanidade desperta e das in√ļmeras oportunidades Celestiais e Globais que nos foram apresentadas neste momento.

Por favor, abram o seu cora√ß√£o e mente e se concentrem na seguinte informa√ß√£o com todo o poder de sua aten√ß√£o. Sua Presen√ßa EU SOU trouxe esta Partilha Celestial √† sua esfera de influ√™ncia, porque voc√™s t√™m um papel a desempenhar na manuten√ß√£o do espa√ßo sagrado no pr√≥ximo salto qu√Ęntico, no Processo de Ascens√£o da Humanidade.

UMA MUDAN√áA QU√āNTICA NA ERA DE AQUARIUS

À medida que entrávamos no Ciclo do Sol de Aquário, em 18 de Janeiro de 2016, nós concluímos oficialmente a nossa transição da Era de Peixes para a Era Solar Cristalina de Aquário, da 5ª Dimensão.

Durante este Momento C√≥smico, a Terra foi banhada com o brilho de um raro alinhamento Celestial, envolvendo Merc√ļrio, V√™nus, J√ļpiter, Saturno e Marte.

Este alinhamento criou um campo de for√ßa protetor de Luz ao redor da Terra que preparou o caminho para v√°rios eventos que ajudaram a ancorar no N√ļcleo de Pureza, em cada part√≠cula e onda subat√īmica de Vida na Terra, as frequ√™ncias mais elevadas do S√©timo Aspecto Cristalino da Divindade, da 5¬™ Dimens√£o, que √© a CHAMA VIOLETA DA PERFEI√á√ÉO INFINITA DE DEUS. Esta √© uma frequ√™ncia mais elevada de Luz do que a Humanidade e a Terra foram capazes de resistir.

Esta Luz extraordinária e insondável será a influência predominante na Terra nos próximos 2000 anos ou mais, enquanto peregrinamos através da Era Solar Cristalina de Aquário, da 5ª Dimensão. Durante o impulso inicial desta Era de Aquário, os Filhos e Filhas de Deus encarnados na Terra aprenderão como usar eficazmente esta Chama Violeta da Perfeição Infinita de Deus, para co-criar o Novo Céu e a Nova Terra.

A ancoragem das Novas frequências monumentais desta Chama Violeta do próprio Coração de nosso Deus Pai/Mãe tornou-se possível através dos esforços unificados do Céu e da Terra.

Depois de entrar no Ciclo do Sol de Aqu√°rio, a Presen√ßa EU SOU de cada pessoa na Terra reuniu a energia dos pensamentos, sentimentos, palavras, a√ß√Ķes, mem√≥rias e cren√ßas que cada pessoa expressou de alguma forma, adicionada √† Luz de Deus. Sob o comando da Presen√ßa EU SOU de cada pessoa, toda a Companhia do C√©u purificou esta energia e a utilizou para auxiliar na ancoragem da Chama Violeta da Perfei√ß√£o Infinita de Deus.

Além dos esforços individuais da Humanidade, houve muitos eventos que atraíram a atenção coletiva das pessoas em todo o mundo. Sempre que há centenas de milhares de pessoas focadas em um evento particular, um Cálice da Consciência é formado. Este Cálice cria um portal aberto, através do qual a Companhia do Céu pode expandir exponencialmente a Luz de Deus que flui para a Terra.

Tudo o que é necessário a fim de que a atenção coletiva da Humanidade, ou mesmo o evento mais mundano ou terrível, torne-se um Cálice de Luz, é que os Trabalhadores da Luz invoquem a Chama Violeta para purificar a energia que as pessoas focadas neste evento estão liberando.

Depois de purificar a energia, podemos invocar a Presença EU SOU de cada pessoa e da Companhia do Céu para Consagrar esta energia purificada, com a Intenção Divina de realizar o Bem Mais Elevado para todos os interessados.

Esta energia purificada formar√°, ent√£o, um campo fluido de Potencial Divino n√£o manifestado em que a Presen√ßa EU SOU da Humanidade e a Companhia do C√©u possam codificar NOVOS padr√Ķes de perfei√ß√£o para realizar qualquer faceta do Plano Divino que o nosso Deus Pai/M√£e nos revelaram.

Isto √© exatamente o que aconteceu depois que entramos oficialmente no 4¬ļ ano da Nova Terra, em 2016.

Um dos eventos que foi usado desta forma foi o Jogo de Futebol Super Bowl, que ocorreu em 7 de Fevereiro, nos Estados Unidos. Estima-se que 100 milh√Ķes de pessoas participaram durante o jogo Super Bowl, mas houve muitos eventos que ocorreram durante a semana anterior, o que melhorou intensamente a din√Ęmica da aten√ß√£o coletiva da Humanidade.

Desde o in√≠cio de 2016, n√≥s experienciamos muitos outros eventos que chamaram a aten√ß√£o, tanto bons quanto ruins, que atra√≠ram o foco da aten√ß√£o da Humanidade em todo o mundo. Por exemplo, o crash da bolsa de valores, ataques terroristas, as elei√ß√Ķes presidenciais em curso nos Estados Unidos, as condi√ß√Ķes meteorol√≥gicas adversas e todos os tipos de caos entre os governos e as almas rebeldes empenhadas em abusar do seu poder.

Do lado positivo, experienciamos o incr√≠vel influxo de Luz que sempre recebemos durante o in√≠cio de um Novo Ano, uma poderosa Lua Cheia, o Ano Novo Chin√™s, v√°rias Medita√ß√Ķes Globais para melhora da vida, o Dia dos Namorados (14 de Janeiro, nos EUA), e o evento anual que ocorre no Dia dos Namorados, chamado de Dia Mundial de Cura pelo Som.

Durante os √ļltimos 14 anos, no Dia dos Namorados, enquanto milh√Ķes de pessoas est√£o focadas no Amor, os Trabalhadores da Luz projetaram a Inten√ß√£o Divina da Compaix√£o e do Amor no corpo da M√£e Terra e de Toda a Vida que nela evolui. Isto √© realizado no Sopro Sagrado, quando milhares de pessoas ao redor do Globo, √†s 12 horas, hora local, soam a Nota Chave do Sagrado Cora√ß√£o de “AH” por cinco minutos. Isto √© feito por cada pessoa com a inten√ß√£o sincera de elevar a Consci√™ncia Global.

Em minha cidade natal de Tucson, Arizona, há outro evento muito poderoso que ocorre todos os anos, durante o Ciclo do Sol de Aquário. Este evento é a Feira Internacional de Minerais e Pedras de Tucson, que é conhecida mundialmente como a maior Feira de pedras e minerais do Planeta.

Este √© o 62¬ļ ano que recebemos este evento, o que consiste aproximadamente de 4.000 fornecedores e centenas de milhares de pessoas que viajaram para Tucson de todos os cantos da Terra, carregados com os seus presentes maravilhosos do Reino Elemental. Desde o in√≠cio da Feira de Pedras e Minerais, este encontro reuniu mais de 100 milh√Ķes de pessoas em Tucson, Arizona.

Os fornecedores trazem com eles os reflexos mais extraordin√°rios do Sistema de Rede Cristal da M√£e Terra que a natureza tem a oferecer. Estes preciosos cristais, pedras preciosas, pedras, minerais e metais s√£o realmente o Fogo Sagrado Cristalizado.

Eles pulsam com as frequências mais elevadas dos vários Doze Aspectos Solares da Divindade que a Humanidade e a Mãe Terra são capazes de receber. Estes Seres Elementais que formam o Sistema de Rede Cristal da Mãe Terra funcionam como pontos de acupuntura e meridianos no corpo físico da Terra.

O Cálice de Luz e o portal permanentemente aberto, criados por este encontro anual da Humanidade e dos Seres Elementais, são impressionantes de se ver. Todos os anos, durante este evento, as comportas do Céu se abrem, e as frequências mais intensas da Luz Divina de Deus que a Humanidade e a Terra são capazes de suportar, fluem para os Seres Elementais que são trazidos para Tucson.

Esta Luz √©, ent√£o, projetada no Cora√ß√£o da M√£e Terra e soprada atrav√©s do seu Sistema de Rede Cristal, em uma tremenda explos√£o de Luz, que √© protegida no N√ļcleo de Pureza, em cada part√≠cula at√īmica e subat√īmica e onda de Vida na Terra.

Neste ano, quando a Terra entrou oficialmente na Era Solar Cristalina de Aquário, da 5ª Dimensão, a frequência de Luz que fluiu através do Cálice de Luz em Tucson e no Sistema de Rede Cristal da Terra foi sem precedentes.

Esta Luz n√£o somente fortaleceu intensamente as Qualidades Divinas que reverberam nos Doze Aspectos Solares da Divindade que pulsam como o Fogo Sagrado Cristalizado nos Seres Elementais trazidos √† Feira de Pedras e Minerais, ela assegurou no N√ļcleo de Pureza de cada um, as NOVAS frequ√™ncias da Chama Violeta da Perfei√ß√£o Infinita de Deus.

Esta Chama Violeta pulsa agora suavemente como uma aura resplandecente da Perfei√ß√£o Infinita de Deus ao redor de cada cristal, pedra preciosa, pedra e metal precioso no Sistema de Rede Cristal da M√£e Terra. Isto impulsionou a energia, a vibra√ß√£o e a consci√™ncia da M√£e Terra e de Toda a sua Vida na Luz, em um salto qu√Ęntico, abrindo assim o caminho para os padr√Ķes da Perfei√ß√£o Infinita de Deus que ainda nem come√ßamos a entender.

OS DOZE ASPECTOS SOLARES CRISTALINOS DA DIVINDADE

Os Doze Aspectos Solares da Divindade e as Qualidades Divinas associadas a cada um deles foram intensamente capacitados pelas NOVAS frequências da Chama Violeta da Perfeição Infinita de Deus.

Agora que completamos a nossa transição para a Era Solar Cristalina de Aquário, da Quinta Dimensão, esta Luz Divina está pulsando perpetuamente através do Sistema de Rede Cristal da Mãe Terra e através de cada um dos Doze Chacras Solares Cristalinos da Humanidade, na Quinta Dimensão.

Esta informa√ß√£o nos est√° sendo revelada pelo nosso Deus Pai/M√£e, de modo que estejamos conscientes desta Luz Divina durante este momento auspicioso. Esta √© a Luz que todos estaremos usando quando co-criarmos os padr√Ķes de perfei√ß√£o para a Nova Terra atrav√©s dos nossos pensamentos, sentimentos, palavras, a√ß√Ķes, cren√ßas e mem√≥rias.

√Ä medida que Ascendermos para frequ√™ncias cada vez mais elevadas da Nova Terra Cristalina da 5¬™ Dimens√£o, as frequ√™ncias dos Doze Aspectos Solares da Divindade e as preciosas Subst√Ęncias Elementais da Terra estar√£o tamb√©m Ascendendo para frequ√™ncias cada vez mais elevadas do Fogo Sagrado Cristalizado, o que estar√° intensificando muito a Alquimia Divina que estar√° ocorrendo em nossos Corpos Terrestres e nos Corpos da M√£e Terra.

As NOVAS frequ√™ncias da Chama Violeta da Perfei√ß√£o Infinita de Deus que est√£o agora irradiando como uma resplandecente aura ao redor de cada um dos Aspectos da Divindade est√£o elevando cada Qualidade Divina para express√Ķes anteriormente desconhecidas da Perfei√ß√£o Infinita de Deus.

Estamos sendo solicitados a nos lembrarmos desta profunda Verdade enquanto invocamos esta Luz Divina a cada dia em nossas medita√ß√Ķes.

O primeiro Aspecto Solar da Divindade é o Azul Safira com uma aura resplandecente da Chama Violeta da Perfeição Infinita de Deus.

As qualidades Divinas do 1¬ļ Aspecto Solar da Divindade s√£o: Vontade Divina, F√© Iluminada, Poder, Prote√ß√£o e a Primeira Causa da Perfei√ß√£o de Deus.

O segundo aspecto Solar da Divindade é o Amarelo Solar com uma resplandecente aura da Chama Violeta da Perfeição Infinita de Deus.

As qualidades divinas do 2¬ļ Aspecto Solar da Divindade s√£o: Consci√™ncia Cr√≠stica, Ilumina√ß√£o, Sabedoria, Esplendor, Compreens√£o, Percep√ß√£o e Const√Ęncia.

O terceiro aspecto Solar da Divindade é o Rosa Cristalino com uma resplandecente aura da Chama Violeta da Perfeição Infinita de Deus.

As qualidades divinas do 3¬ļ Aspecto Solar da Divindade s√£o: Amor Divino Transfigurado, Adora√ß√£o, Toler√Ęncia, Unidade, e Rever√™ncia por Toda a Vida.

O 4¬ļ Aspecto Solar da Divindade √© o Branco com uma resplandecente aura da Chama Violeta da Perfei√ß√£o Infinita de Deus.

As Qualidades Divinas do 4¬ļ Aspecto Solar da Divindade s√£o: o Conceito Imaculado, a Pureza, a Esperan√ßa, a Restaura√ß√£o, a Ressurrei√ß√£o e a Ascens√£o.

O 5¬ļ Aspecto Solar da Divindade √© o Verde Esmeralda com uma resplandecente aura da Chama Violeta da Perfei√ß√£o Infinita de Deus.

As qualidades divinas do 5¬ļ Aspecto Solar da Divindade s√£o: Verdade Iluminada, Cura, Consagra√ß√£o, Concentra√ß√£o, e Vis√£o Interior.

O 6ª Aspecto Solar da Divindade é o Rubi-Dourado com uma resplandecente aura da Chama Violeta da Perfeição Infinita de Deus.

As qualidades divinas do 6¬ļ Aspecto Solar da Divindade s√£o: a Gra√ßa Divina, a Cura, o Culto Devocional, a Paz, e a Manifesta√ß√£o do Cristo.

O 7¬ļ Aspecto Solar da Divindade √© o Violeta com uma resplandecente aura da Chama Violeta da Perfei√ß√£o Infinita de Deus.

As qualidades Divinas do 7¬ļ Aspecto Solar da Divindade s√£o: Miseric√≥rdia, Compaix√£o, Perd√£o, Transmuta√ß√£o, Liberdade, Autonomia, Justi√ßa, Vit√≥ria e a Perfei√ß√£o Infinita de Deus.

O 8¬ļ Aspecto Solar da Divindade √© a √Āgua-Marinha (ou Azul Claro) com uma resplandecente aura da Chama Violeta da Perfei√ß√£o Infinita de Deus.

As qualidades divinas do 8¬ļ Aspecto Solar da Divindade s√£o: Clareza, Percep√ß√£o Divina e Discernimento.

O 9¬ļ Aspecto Solar da Divindade √© o Magenta com uma resplandecente aura da Chama Violeta da Perfei√ß√£o Infinita de Deus.

As qualidades divinas do 9¬ļ Aspecto Solar da Divindade s√£o: Harmonia, Equil√≠brio, Auto-Confian√ßa e Confian√ßa em Deus.

O 10¬ļ Aspecto Solar da Divindade √© o Dourado com uma resplandecente aura da Chama Violeta da Perfei√ß√£o Infinita de Deus.

As qualidades divinas do 10¬ļ Aspecto Solar da Divindade s√£o: Paz Eterna, Prosperidade, Abund√Ęncia, e o Suprimento Divino de todas as coisas boas.

O 11¬ļ Aspecto Solar da Divindade √© o P√™ssego com uma resplandecente aura da Chama Violeta da Perfei√ß√£o Infinita de Deus.

As qualidades divinas do 11¬ļ Aspecto Solar da Divindade s√£o: Prop√≥sito Divino, Entusiasmo e Alegria.

O 12¬ļ Aspecto Solar da Divindade √© o Opala com uma resplandecente aura da Chama Violeta da Perfei√ß√£o Infinita de Deus.

As qualidades divinas do 12¬ļ Aspecto Solar da Divindade s√£o: Transforma√ß√£o e Transfigura√ß√£o.

A CHAMA VIOLETA DA PERFEIÇÃO INFINITA DE DEUS

A razão pela qual a Chama Violeta recém ancorada da Perfeição Infinita de Deus é tão poderosa, é que ela pulsa com o perfeito equilíbrio da Chama Azul do Poder Divino de nosso Deus Pai, na frequência Solar Cristalina da 5ª Dimensão e da Chama Rosa Do Amor Divino de nosso Deus Mãe, na Frequência Solar Cristalina da 5ª Dimensão.

Quando as Polaridades: Feminina e Masculina da Luz Cristalina de nosso Deus Pai/Mãe se fundem em uma Chama Violeta perfeitamente equilibrada, tudo o que este Fogo Sagrado envolve é elevado em uma expressão mais elevada de seu Potencial Divino e da Perfeição Divina do que foi anteriormente capaz de expressar.

A NOVA Chama Violeta da Perfei√ß√£o Infinita de Deus pulsa com todas as qualidades Divinas que conhecemos e associamos com a Chama Violeta: Perd√£o, Miseric√≥rdia, Compaix√£o, Transmuta√ß√£o, Cerim√īnia Divina, Justi√ßa, liberdade e Vit√≥ria, mas agora o Impulso Divino da Perfei√ß√£o Infinita de Deus permeia todos os aspectos deste Fogo Sagrado tamb√©m.

O Ser Cósmico de Luz conhecido como Saint Germain ainda é o Guardião da Chama Violeta neste universo e ele evoluiu para uma maior expressão de seu Ser Divino, a fim de expandir esta Nova Chama Violeta Solar Cristalina em, através e ao redor de cada faceta de Vida na Terra durante os mais de 2000 anos que serão mantidos no envolvimento da Era de Aquário.

Uma das primeiras coisas que Saint Germain fez a fim de ajudar a Humanidade Desperta a se tornar consciente da Chama Violeta da Perfeição Infinita de Deus foi nos dar uma imagem multidimensional deste Fogo Sagrado.

Esta bela imagem foi criada nos Reinos Internos da Luz e, então, projetada no plano físico da Terra para o nosso benefício, com a cooperação de uma das filhas encarnadas de Saint Germain.

Ela tem direitos autorais sobre esta imagem de modo que ela continue a reverberar com a sua Intenção Divina original e não seja mudada de qualquer maneira, mas esta alma preciosa nos deu permissão para distribuir esta imagem cintilante da Chama Violeta da Perfeição Infinita de Deus.

Esta imagem ir√° nos lembrar de utilizar este poderoso presente do Alto em uma base di√°ria.

Esta poderosa imagem √© projetada para inspirar cada um de n√≥s a nos concentrarmos na Chama Violeta em nossas invoca√ß√Ķes di√°rias e medita√ß√Ķes, at√© que possamos perceber este Fogo Sagrado pulsando ao nosso redor e o utilizarmos efetivamente sem qualquer necessidade de um lembrete f√≠sico.

Irei compartilhar com vocês isto em minha experiência pessoal. Testemunhei mudanças dramáticas de energia, vibração e consciência em minha casa e no escritório desde que coloquei esta bela imagem da Chama Violeta nestes locais.

Testemunhei tamb√©m mudan√ßas muito positivas de energia em outros locais onde eu vi esta imagem exibida. Por esta raz√£o, afirmarei com grande confian√ßa que este presente de Saint Germain √© bem mais √ļtil em nosso processo da Ascens√£o e em nossa capacidade de co-criarmos os padr√Ķes da Perfei√ß√£o Infinita de Deus para a Nova Terra do que podemos compreender com as nossas mentes finitas.

Nós, no Estudo da Nova Era do Propósito da Humanidade fizemos tudo que pudemos para tornar esta imagem da Chama Violeta da Perfeição Infinita de Deus tão acessível quanto possível para todos que têm o Chamado do Coração para colocar este cartaz ou imagem multidimensional poderosa em sua casa, escritório, local de meditação, local de relaxamento ou qualquer lugar em seu ambiente.

Saint Germain nos assegurou de que ele codificou esta Imagem da Chama Violeta da Perfei√ß√£o Infinita de Deus para ser realmente multidimensional. Ele disse que as part√≠culas at√īmicas e subat√īmicas e ondas nesta imagem ser√£o recalibradas para frequ√™ncias mais elevadas desta Chama Violeta a cada vez que a Humanidade e a Terra forem elevadas em energia, vibra√ß√£o e consci√™ncia para frequ√™ncias superiores da Luz Solar Cristalina da 5¬™ Dimens√£o, na Nova Terra.

Preciosos Cora√ß√Ķes, independentemente de haver ou n√£o o Chamado do Cora√ß√£o de ter uma Imagem da Chama Violeta da Perfei√ß√£o Infinita de Deus em sua casa ou espa√ßo sagrado, saibam que esta Nova frequ√™ncia da Chama Violeta √© um Presente de transforma√ß√£o da Vida de nosso Deus Pai/M√£e e quanto mais nos concentrarmos nela, mais cedo iremos transcender os h√°bitos negativos e as cria√ß√Ķes err√īneas da velha Terra.

Deus os abençoe!

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
http://stelalecocq.blogspot.com/2016/02/esperem-estamos-mudando-para-o-proximo.html
http://eraofpeace.org
Tradu√ß√£o: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Grata Regina!

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

O barulho do vento no trigo*


http://blogdabiossintese.blogspot.com.br/2016/01/o-barulho-do-vento-no-trigo_19.html



Quando fiz trinta e cinco anos, a Carla ofereceu-me talvez a melhor prenda de sempre. Um boião de vidro cheio de mensagens escritas pelas pessoas que gostam de mim. O boião tem uma regra: só posso tirar um papel por dia. Este pormenor é delicioso e bastante frustrante. Por causa deste limite, as minha manhãs ganharam um novo ritual. Junto com o Leonardo e com a Sofia, que estão a torcer para que saia um papel escrito por eles ou por um dos primos, eu tiro uma mensagem e com ela recebo um pouco de amor matinal.

Deixem-me partilhar algumas das mensagens que já saíram do boião:

“Pap√° querido do meu cora√ß√£o, esta √© uma prenda para ti. Por causa que eu nasci e gostei de ti”, da minha filha Sofia.
“No dia em que vires esta mensagem, vamos almo√ßar fora, liga-me”, do meu sobrinho Vasco que tem 7 anos.
“E porque estamos longe mas quando nos juntamos √© como se nos tiv√©ssemos visto ontem, envio-te uma representa√ß√£o de n√≥s para sempre nos miminhos”, da minha prima Joana.

Se tivesse recebido todas as mensagens de uma vez não teria tempo para sentir e nutrir o vínculo que existe entre mim e cada uma destas pessoas. Assim tenho-me surpreendido e comovido diariamente. De manhã quando pego no boião, deixo-me contagiar pela excitação dos meus filhos e volto a ser uma criança que se sente vista e validada por quem a rodeia.

O barulho do vento no trigo


Esta sensa√ß√£o de ser visto est√° na base dos v√≠nculos que as pessoas criam entre si. Em isiZulu as pessoas cumprimentam-se dizendo Sawubona, o que quer dizer: eu vejo-te. Este cumprimento tem uma sensa√ß√£o inerente de que at√© a pessoa ver a outra, ela n√£o existe. Um ditado popular Zulu esclarece esta sensa√ß√£o, “Umuntu ngumuntu ngabantu” quer dizer, “a pessoa √© uma pessoa atrav√©s das outras pessoas”

Antoine de Saint-Exupéry escreveu sobre este ver-o-outro e chamou-lhe apprivoiser, que em português foi traduzido por cativar que, como a raposa explicou ao principezinho, significa criar laços. Há uma explicação da raposa que sempre me encantou e que, como não a sei dizer de melhor forma, a cito na íntegra:

“V√™s, l√° longe, os campos de trigo? Eu n√£o como p√£o. O trigo para mim √© in√ļtil. Os campos de trigo n√£o me lembram coisa alguma. E isso √© triste. Mas tu tens cabelos cor de ouro. Ent√£o ser√° maravilhoso quando me tiveres cativado. O trigo, que √© dourado, far√° lembrar-me de ti. E eu amarei o barulho do vento no trigo …”

Estes laços são invisíveis e essenciais e como Antoine de Saint-Exupéry escreveu num rasgo de sabedoria: o essencial é invisível para os olhos.

Quando nasci, foram os laços que estabeleci com a minha mãe, com o meu pai e com os meus irmãos que criaram o chão da minha segurança interna. Foi essa segurança que me permitiu pulsar de forma saudável desde um estado simbiótico até um estado de autonomia.

Ao longo da vida continuo a criar laços com outras pessoas, laços que quero que sejam o mais saudável possível. Com esse objetivo em mente gostaria de refletir contigo sobre como é que é possível cativar pessoas, com a sabedoria da raposa que sabe que vai chorar quando o principezinho se for embora e que, ainda assim, se deixa cativar e o deixa partir, sem nada cobrar.

Donald Winicott foi um tipo inglês que viveu de 1896 a 1971 que disse uma série de coisas acertadas sobre a relação entre a criança e os pais. Há duas que eu gostava de incluir nesta reflexão.

Não forçar as necessidades emocionais dos pais.

Quando o Leonardo tinha menos de dois anos tivemos um conflito gigante em relação a um jantar. Acho que nunca me vou esquecer desse momento. Estávamos em Braga e eu queria à força que ele comesse o que tinha no prato. Quando ele se recusava, eu pegava nele e colocava-o de castigo. Ele chorava. Foi muito duro para ambos e eu acabei por ganhar (ou perder). Ele comeu tudo, mas a que custo? Naquele momento o conflito despertou em mim uma rigidez antiga. Agi como se fosse um caso de vida ou de morte. Hoje sou capaz de reconhecer que eu estava a forçar nele a minha necessidade emocional de me sentir aceite através da capacidade do meu filho comer de tudo, uma qualidade muito valorizada na minha família. Vejo diariamente pais a exigirem que os filhos satisfaçam as suas necessidades emocionais, normalmente de forma inconsciente. Por exemplo, vejo a criança que tem de parar de chorar à força de ameaças, pois os pais não suportam o choro, ou a criança a quem se dá tudo, pois os pais não suportam o conflito de dizer que não.

Nos √ļltimos anos percorri um longo e tortuoso caminho que me tem permitido estar mais esclarecido em rela√ß√£o √†s minhas necessidades emocionais. Com esta lucidez tem nascido uma paz perante a minha n√£o perfei√ß√£o enquanto marido, pai e amigo.

Os pais suficientemente bons

Winicott criou um conceito que talvez já tenhas ouvido falar: a mãe suficientemente boa. Se não ouviste, então vais adorar. A mim traz-me imediatamente uma redução da ansiedade e ajuda-me a acreditar que vai correr tudo bem com a educação dos meus filhos. A chave da parentalidade suficientemente boa é providenciar um ambiente saudável para a desilusão da criança com os pais e com o mundo. Segundo Winicott é o ambiente suficientemente bom que permite que as crianças sejam capazes de lidar com a imensidão do choque da perda da omnipotência. Os pais perfeitos, que estão sempre lá e são sempre capazes de providenciar todas as necessidades dos filhos, para além de estarem extremamente cansados, estão a roubar aos filhos a experiência da frustração e da raiva. Sem essa experiência num ambiente seguro, ela surgirá de forma inadequada quando começarem a estar num ambiente não seguro.

Acredito que também posso ser um amigo suficientemente bom. Ser suficientemente bom amigo significa que junto dos meus amigos posso ser tudo aquilo que sou, o que às vezes não vai de encontro às necessidades do outro. Às vezes estou zangado, sem paciência, ou simplesmente preguiçoso. Poder sustentar o que o outro está a sentir sem fugir, sem o querer salvar ou reprimir, e ao mesmo tempo cuidar das minhas necessidades, é a chave para uma relação saudável.

O que necessito

Para eu poder cuidar das minhas necessidades tenho de as conhecer. Essa compreensão exige uma lucidez na distinção entre o que necessito e o que quero. Por exemplo, eu quero criar um blog que seja um contributo para uma comunidade e o que eu necessito é de validação. Sempre que eu me sinto validado há uma comoção em mim, um sentimento de que estou em casa. Há uma necessidade a ser satisfeita. Isto não acontece quando estou a criar o blog.

Para compreender esta distin√ß√£o eu posso utilizar as minhas emo√ß√Ķes como um radar para identificar as minhas necessidades. O exerc√≠cio de meditar em contacto com as minhas emo√ß√Ķes, sem apego ou avers√£o, sabendo que tudo √© impermanente, ajuda-me a compreender o que est√° a provocar a emo√ß√£o. Esse contacto √© uma possibilidade de olhar para a dor sem sofrer com ela e de olhar para a alegria sem me apegar a ela. Ao ser capaz de viver na polaridade da conten√ß√£o e da express√£o da emo√ß√£o, estarei a pulsar de forma mais saud√°vel.

Assim, em vez de me relacionar por necessidade de ser validado pelo outro, talvez me possa relacionar pela vontade de cativar o outro e assim também eu amar o barulho do vento no trigo.


*Texto e fotografia de Rodrigo Dias
http://apulsar.pt
Related Posts with Thumbnails